Sergipe

20/04/2010 às 08h23

Justiça seja feita - por Adiberto de Souza

Redação Portal A8

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) julga hoje a liminar que suspendeu a posse do juiz de Direito Ricardo Múcio como desembargador.

O ato solene, que deveria ter ocorrido quarta-feira passada, foi suspenso em atendimento a uma ação movida pelo magistrado João Hora Neto. Ele entende serem subjetivos os critérios para a escolha de Múcio.


A coluna não entra no mérito da ação, mas torce para que o CNJ acate o recurso contra ela e autorize a posse do novo desembargador.

Com exceção do juiz João Hora, a escolha de Ricardo foi aplaudida pela grande maioria dos sergipanos, que acompanha há anos o comportamento correto desse jovem magistrado, cidadão cordato e um exigente aplicador da lei. Espera-se, portanto, que a justiça seja feita pelos membros do CNJ.

 

Mais notícias no blog de Adiberto de Souza