Sergipe

29/01/2010 às 18h11

UTI do Hospital São José foi interditada

Redação Portal A8

 

De acordo com o coordenador não há equipamentos necessários (Foto: Miro Ribeiro)

 

A unidade de Terapia Intensiva do Hospital São José, foi desativada no último sábado (23) pelo coordenador da unidade, Hugo Canavesi, que alega falta de equipamentos e condições de atendimento aos pacientes. Há cinco anos, o Ministério da Saúde fez um repasse de quase R$ 1 milhão para ampliação da UTI, mas até hoje as obras não foram concluídas.

O Ministério da Saúde repassou verba, mas as obras estão paradas (Foto: Miro Ribeiro)

De acordo com o coordenador Hugo Canavesi, desde setembro foi feita a comunicação ao Ministério Público Estadual a respeito dos problemas enfrentados na UTI do Hospital. "Além da falta de equipamentos, não há condições adequadas para o atendimento. Os profissionais não tem as condições necessárias para um acompanhamento seguro e de qualidade aos pacientes", revelou.

Mesmo com a interdição da UTI, uma senhora de 86 anos foi internada na unidade e faleceu, mas os médicos alegam que a causa da morte não teve relação com o despreparo técnico apresentado.

Outro lado

Os diretores do Hospital São José são contrários a decisão e alegam que a unidade tem condições de funcionar. A diretoria também confirma compra de novos equipamentos que irão reforçar o atendimento.

Município

O Secretário Municipal da Saúde, Marcos Ramos Carvalho, solicitou na última quinta-feira (28), a direção do hospital filantrópico São José, esclarecimento sobre o fechamento na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Oficialmente, a SMS não foi comunicada pelos problemas na UTI. Técnicos da Rede Hospitalar estiveram no Hospital para apurar as supostas dificuldades.

 

 

Para Dr. Hugo Canavesi, os quipamentos são antigos e não tem condições de uso (Foto: Miro Ribeiro)