Sergipe

26/01/2010 às 17h38

Secretário da Saúde se irrita com afirmações da OAB

A principio a reunião discutiria problemas existentes entre o Sindicato dos Médicos e a Fundação

Redação Portal A8

O que era para ser um debate sobre os problemas existentes entre o Sindicato dos Médicos e a Fundação Hospitalar de Saúde, nesta terça-feira (26), terminou em uma discussão de maiores dimensões, quando entrou em questionamento a situação da radioterapia em Sergipe.

Após ser criticado pela advogada Angélica Rezende, coordenadora de saúde da Comissão de Direitos Humanos da OAB, o secretário Rogério Carvalho se irritou e tentou justificar o problema. "Do jeito que as coisas estão sendo colocadas passa a idéia de que está havendo negligência por nossa parte, o que é uma injustiça", explicou o secretário. "O fechamento da unidade de radioterapia do Cirurgia foi uma arbitrariedade dos órgãos fiscalizadores. Agora estamos destinando R$ 700 mil para solucionar um problema que não tínhamos", desabafou.

Tanta indignação foi por conta da afirmação da coordenadora Angélica Rezende. "Pessoas estão morrendo no Hospital por conta dos problemas referentes a oncologia", garantiu a coordenadora da OAB.

O diretor do Hospital Cirurgia, Gilberto Santos, afirmou que o Hospital tem trabalhado para reabrir a unidade de radioterapia, pois o povo precisa com urgência. "Recebemos uma verba da Secretaria de Saúde e esperamos, até o início de abril, estarmos atendendo a população, O grande problema são os tramites burocráticos", explicou. O diretor também prometeu uma outra unidade até o final do ano. "Vamos disponibilizar uma segunda unidade que será referência e ficará pronta até o final de 2010", garantiu Gilberto.

Outro encontro

Depois das discussões de hoje, uma nova audiência com o objetivo de ampliar o debate, será marcada para discutir o assunto.