Sergipe

16/01/2010 às 11h11

Após 45 dias acaba defeso do camarão

No cais do mercado central de Aracaju das 80 embarcações, apenas algumas ainda não saíram para o mar

Redação Portal A8

Após 45 dias de proibição, os pescadores voltaram ao trabalho na manhã de hoje. No cais do mercado central de Aracaju das 80 embarcações, apenas

O preço do camarão aumentou (Foto; Sérgio Ferreira)

algumas ainda não saíram para alto mar por estarem passando por manutenção. O defeso ocorre anualmente para garantir a reprodução e preservação dos camarões marinhos. Nesse período, ficam proibidos a captura, a venda, o transporte e o beneficiamento do produto.

Algumas embarcações estão passando por manutenção (Foto:Sérgio Ferreira)

 

Por conta do defeso, o camarão ficou escasso nas bancas do mercado. O preço também aumentou. "Fica difícil comprar camarão nessa época devido ao alto preço", disse um consumidor. Em apenas uma banca o camarão pistola foi encontrado. A vendedora disse que o barco teve problemas mecânicos em alto mar e voltou mais cedo.

Os vendedores esperam que o preço baixe (Foto:Sérgio Ferreira)

 

"Devido aos problemas estamos vendendo o quilo a R$ 35", justificou a comerciante, acrescentando que a expectativa é que a partir da próxima semana o volume de pescado deve aumentar. "Com mais demanda o preço vai baixar. É o que a gente espera".

Além do período de 1º de dezembro a 15 de janeiro, o período de defeso também é realizado de 1º de abril a 15 de maio, somando 90 dias de proibição da pesca do animal.