Sergipe

13/10/2009 às 19h42

Revendedores de água mineral usam caminhões em protesto

Distribuidores terão que cumprir a determinação do DNPM que estabelece o prazo de validade

Redação Portal A8

Nesta terça-feira (13) revendedores de água mineral manifestaram contra a decisão do Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM) que determina validade de três anos para os vasilhames de água. Em protesto, os comerciantes estacionaram caminhões em frente a uma das maiores indústrias de água Mineral do Estado, no município de São Cristóvão.

No local, muito desentendimento, pois os distribuidores terão que cumprir a determinação do DNPM que estabelece o prazo de validade para os recipientes de 10 e 20 litros, com base na data de fabricação. Segundo representantes das distribuidoras, o consumidor final não vai aceitar ficar com o garrafão antigo e a indústria não quer dividir as perdas.

De acordo com levantamento feito pelos distribuidores, em Aracaju existem 1200 pequenos pontos de revenda, o que provocaria, por dia, uma circulação de 150 mil garrafões. Seguindo a portaria, até novembro deste ano só serão aceitos os vasilhames com data de fabricação até 2004, os demais terão que ser descartados. Para os comerciantes, o prejuízo será incalculável.

Segundo a procuradora do Ministério Público, Euza Missano, será realizada uma reunião extraordinária junto à vigilância Sanitária. "Vamos nos reunir para analisar as determinações da portaria, o nosso objetivo é fazer com que a população não saia prejudicada", explicou.

 

 

Durante o protesto muita discussão entre os distribuidores (Foto: Sergio Frreira)