Sergipe

11/09/2009 às 13h58

Nível de flúor na água de Aracaju está fora dos padrões

Redação Portal A8

O Ministério Público Federal em Sergipe (MPF/SE) concluiu através de um Procedimento Administrativo instaurado que a adição de flúor na água destinada ao abastecimento público do município de Aracaju não está de acordo com os padrões estabelecidos pelo Ministério da Saúde.

A procuradora Regional dos Direitos do Cidadão, Gicelma Santos do Nascimento, cobrou dos representantes da Deso e da Coordenação de Vigilância Sanitária Municipal, durante audiência pública realizada na última quarta-feira (09), o cumprimento da legislação vigente quanto ao controle de fluoretação.

Técnicos da Vigilância deverão fazer o acompanhamento por no mínimo dez dias, a partir de 05 de outubro, o trabalho de fluoretação realizado na estação de tratamento da Deso em Aracaju. Até o dia 20 desse mesmo mês, a Vigilância terá que encaminhar à Procuradoria Regional dos Direitos do Cidadão um relatório sobre o acompanhamento técnico.

A procuradora também solicitará que a Vigilância Sanitária Estadual fiscalize a estação de tratamento Oviêdo Teixeira, em Nossa Senhora do Socorro, onde a água do rio São Francisco é tratada. A Deso, por sua vez, verificará, a partir do início de outubro, a situação da água nos imóveis das clínicas de hemodiálise da capital sergipana e, se necessário, a companhia irá instalar filtros para melhorar a qualidade da água nesses locais.

Para chegar à conclusão dos níveis de flúor na água de Aracaju, técnicos de Vigilância em Saúde Ambiental e Química Industrial avaliaram os resultados das análises de concentração de íon fluoreto contidas nos relatórios da Companhia de Saneamento de Sergipe (Deso) e da Coordenação de Vigilância Sanitária Municipal (Covisa), relativos aos meses de abril, maio e junho de 2009.

O parecer técnico concluiu que é necessário um maior controle na aplicação do flúor no sistema de abastecimento da capital sergipana, tendo em vista os efeitos negativos que a utilização inadequada desta substância pode causar à saúde dos consumidores.