Sergipe

10/09/2009 às 17h36

Período de estiagem terá efeitos moderados

Redação Portal A8

As chuvas serão bastante irregulares entre meados deste mês de setembro e março de 2010, período característico da longa estiagem e marcado pela presença do fenômeno climático El Niño. No entanto, há grande possibilidade de que fatores que moderam os efeitos esperados para os próximos meses no estado também se manifestem. As informações são do Centro de Meteorologia da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh).

Entre os fatores que poderão funcionar como contrapartida para a estiagem prolongada, favorecidos pelo atual comportamento que varia de fraco a moderado do El Niño, estão o sistema de cisalhamento do vento, ou a mudança de vento sobre uma distância pequena na atmosfera, e o dos chamados transientes convectivos, como trovoadas e chuvas moderadas.

Outra boa notícia, de acordo com o meteorologista da Semarh, Overland Amaral, é que, apesar de o período caracterizado pela escassez de chuvas está próximo, até novembro o semi-árido sergipano não sentirá os efeitos, devido às precipitações nos últimos meses. "O armazenamento de água de açudes e barragens garantirá a água naquela região, porém ao final de novembro o El Nino poderá se intensificar", afirma Overland.

Como existe a possibilidade de estiagem acentuada em todo o Nordeste, caso a intensificação fenômeno se confirme, Overland ressalta que o monitoramento climático está sendo feito continuamente pelo Centro de Meteorologia da Semarh. "Se isso acontecer, teremos uma condição climática que exige muita atenção para a nossa região", alerta.


Fonte:ASN