Sergipe

10/09/2009 às 09h16

Sergipe terá presídio para jovens adultos

Redação Portal A8

Esse contrato é importante não só pela construção do presídio, mas também porque será possível selecionar o preso de 18 a 24 anos e assim possibilitar uma politica direcionada para um melhor cumprimento da pena", enfatizou o secretário de Estado da Justiça e da Cidadania, Benedito Figueiredo, na manhã desta quarta-feira, 9, durante assinatura do repasse de verbas com o superintendente da Caixa Econômica Federal (CEF), Luciano Pimentel, para a construção do Presídio para Jovens Adultos em Sergipe.

Os recursos, da ordem de R$ 15 milhões, fazem parte do Programa Nacional de Segurança com Cidadania (Pronasci), do Ministério da Justiça, e serão destinados à construção da unidade prisional, que terá capacidade para abrigar 421 presos. Como será voltado a um grupo específico de detentos, a Secretaria de Justiça pretende adotar uma política que atenda justamente os mais jovens. "A nossa ideia é dar um tratamento diferenciado a essa faixa etária", disse a assessora de planejamento da Sejuc, Tereza Carvalho.

Para o diretor do Departamento do Sistema Penitenciário (Desipe), Manuel Lúcio Neto, esse tipo de presídio pode ser um novo caminho em termos de ressocialização e recuperação. "Temos uma preocupação maior com eles porque, por serem mais novos, são mais inconsequentes. Os mais velhos têm família, filhos e normalmente pensam duas vezes antes de fazer qualquer coisa ilegal enquanto cumprem a pena".

Projeto

O projeto para esse tipo de presídio foi tratado pela Sejuc diretamente com o Ministério da Justiça, que encaminhou a documentação para a Caixa Econômica Federal em Sergipe. Após a assinatura e finalização da parte documental, a Caixa irá expedir a autorização para que a Secretaria faça a licitação e, posteriormente, a contratação para o início da obra. "Estou feliz por participar desse convênio com o Governo do Estado. Faremos o que estiver ao nosso alcance para que seja facilitado esse processo e o andamento do convênio com a Sejuc", disse Pimentel.

Junto à equipe de profissionais da Secretaria de Justiça, Benedito Figueiredo destacou a importância de cada um deles para as conquistas que vem sendo alcançadas em sua gestão e ressaltou a relevância para a construção da nova unidade. "Vou colocar na placa o nome dos servidores que estão se empenhando nesta obra. Acho justo com todos os que colaboraram com o projeto", disse o secretário.

Vale ressaltar que, a partir das análises e investigações da CPI da Carceragem, no final de 2007, o sistema penitenciário sergipano foi considerado o terceiro melhor do Brasil. Entretanto, Benedito Figueiredo espera chegar ao topo. "Eu estou empenhado para isso e conto com o Governo do Estado para tornar o nosso sistema o mais completo e estruturado do país", observou.

Presenças

Além da participação do secretário Benedito Figueiredo e do superintendente da Caixa, Luciano Pimentel, a solenidade de assinatura do repasse de verbas contou com a presença do gerente regional de governo da Caixa, Marco Antônio Queiroz, do gerente regional de desenvolvimento urbano do banco, Gustavo Lima, do secretário adjunto da Justiça e da Cidadania, Elder Vieira, do diretor do Desipe, Manuel Lúcio Neto, da assessora de planejamento, Tereza Carvalho, do diretor administrativo e financeiro da Sejuc, Sildeno Dantas e da assessora jurídica do gabinete do secretário, Ana Célia Gomes da Silva.

Fonte: ASN