Sergipe

09/09/2009 às 15h58

Sergipe passa a usar Banco de Preço Referenciais

Redação Portal A8

Sergipe se firma como o primeiro no Nordeste a utilizar o Banco de Preços Referenciais para orientar os processos de compras e contratações públicas. Esse procedimento dará mais transparência e agilidade nas compras públicas estaduais orientadas pela Secretaria de Estado da Administração (Sead). Na última terça-feira (08) a Fundação Getúlio Vargas divulgou a primeira lista do banco de preços.

A primeira lista divulgada contém os preços pesquisados de aproximadamente 850 itens. A lista deste mês contém preços referentes a gêneros alimentícios, de limpeza e materiais de expediente. A Superintendência Geral de Compras Centralizadas (SGCC) já se baseia nas cotações atuais para realizar um processo de registro de preços de materiais de expediente.

"Mais uma vez, o Governo Marcelo Déda está na vanguarda em questão de compras públicas, trabalhando cada vez mais para modernizar os processos licitatórios e tornar eficientes as compras e contratações. Ser o primeiro Estado do Nordeste e o segundo no país a implantar um banco de preços referenciais é uma prova desse esforço", afirma o secretário de Estado da Administração, Jorge Alberto. No resto do país, apenas o Estado do Espírito Santo já adotou a medida.

O contrato firmado com a Fundação Getúlio Vargas prevê a pesquisa de preços de quase 2 mil itens comprados pelo Governo de Sergipe, que terão seus valores definidos de acordo com as tendências atuais de mercado. As pesquisas são divulgadas mensalmente, sendo que apenas os preços dos gêneros alimentícios serão atualizados todos os meses e, por isso, divulgados em todas as listas do Banco de Preços Referenciais.

Os demais itens pesquisados terão seus preços atualizados a cada trimestre. Em outubro, materiais de construção e itens diversos terão seus preços divulgados. No mês seguinte, será a vez dos itens de informática. Em dezembro, o Banco de Preços atualizará as cotações dos itens de limpeza e materiais de expediente, reiniciando o ciclo de preços pesquisados.

Em breve, a lista será divulgada no site do Comprasnet. Dessa forma, os demais órgãos públicos estaduais, assim como de outras unidades da federação, poderão consultar o Banco de Preços Referenciais.

 

Fonte: ASN