Sergipe

01/09/2009 às 19h12

Contadores acusados de desviarem mais de 50 milhões são liberados

Redação Portal A8

Os contadores Allan Fábio de Carvalho e Valdson do Santos foram liberados no final da tarde desta terça-feira (01), após um Habeas Corpus despachado pela desembargadora do Tribunal de Justiça Célia Pinheiro Silva.

Alan e Valdson estavam detidos desde o dia 30 de julho, quando foram presos pela operação ‘João de Barro` juntamente com Charles Jéferson Carvalho e o microempresário Carlos Cordeiros Chagas. A quadrilha é acusada de um esquema criminoso que lesou dos cofres do Estado mais R$ 50 milhões com a sonegação do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Prestações de Serviço (ICMS).

Operação João de Barro

As investigações foram iniciadas pela Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz) há quatro anos, quando foi constatado que empresas em situações irregulares com o fisco (baixadas ou canceladas) tinham, ainda, notas fiscais em circulação. Foi, então, mapeado para onde estava indo essa documentação irregular e finalmente foi constatado que elas eram dirigidas para as principais empresas de construção civil e de materiais de construção de Sergipe, que escrituravam as notas para acobertar uma operação comercial que de fato era realizada.