Sergipe

23/03/2009 às 11h45

Professores lavam escadarias da Educação

Redação Portal A8

 

Lavagem das escadarias da Educação marcam o 14º dia de greve dos professores da rede estadual (Sérgio Ferreira)

O Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado de Sergipe (Sintese) foi notificado na manhã de hoje (23) sobre a decisão da Justiça que julgou ilegal a greve da categoria. O fato ocorreu durante a lavagem das escadarias da Secretaria de Estado da Educação realizada pelos grevistas. A ação teve como objetivo alertar a sociedade para as irregularidades verificadas pela entidade sindical na folha de pagamento da Secretaria.

 

" A lavagem representou a necessidade de uma limpeza geral na Secretaria de Educação. Foi um ato contra os altos salários pagos, principalmente a pessoas que exercem cargos comissionados. Enquanto isso, o professor está desvalorizado e as escolas abandonadas", denuncia Roberto Silva, diretor de Comunicação do Sintese.

Assembléia geral

Na tarde de hoje (23) os professores em greve vão se reunir em assembléia no Instituto Histórico e Geográfico de Sergipe para avaliar a decisão judicial. " A categoria é que vai decidir se volta ou não ao trabalho", disse o sindicalista. Se votarem pela suspensão da greve, as aulas recomeçam amanhã (24). Caso contrário, a categoria terá que arcar com uma multa diária de R$ 5 mil, valor imposto na decisão judicial.

Os professores da rede estadual estão em greve desde o dia nove deste mês. A categoria reivindica a implantação do Piso Nacional do Magistério.