Sergipe

20/03/2009 às 19h35

Hospital de Urgência de Sergipe vai passar por vistoria

Redação Portal A8

 

Hospital de Urgência de Sergipe João Alves Filho (Huse) (Foto:Divulgação)

O Sindicato dos Médicos de Sergipe (Sindimed) encaminhou na manhã de hoje (20) ao Conselho Regional de Medicina (CRO) e as Vigilâncias Sanitárias Estadual e Municipal um pedido de vistoria no Hospital de Urgência de Sergipe (HUSE). A iniciativa tem por base as diversas denúncias feitas por médicos que trabalham nessa unidade hospitalar.

 

Os profissionais denunciam que não há condições de trabalho em áreas importantes do hospital devido à falta de infra-estrutura. As principais queixas estão relacionadas à Unidade de Terapia Intensiva (UTI); Pediatria; Pronto-Socorro; Ultrassonagrafia; Oftalmologia e Centro Cirúrgico. É o que alerta o presidente do Sindimed, José Menezes ao ressaltar que a vistoria será acompanhada por representantes do Ministério Público do Estado, entidades médicas e por profissionais de cada área em questão.


A proposta do Sindicato é de que a vistoria ocorra na próxima quarta-feira (25). "Nosso objetivo é mostrar com clareza a real situação do Hospital de Urgência de Sergipe. Os médicos estão trabalhando em condições inadequadas porque falta estrutura. Com isso, o atendimento acaba sendo prejudicado e quem mais sofre com essa situação é paciente. Vamos fazer um diagnóstico e apontar cada falha existente nas diversas unidades do Hospital", disse o sindicalista.

Greve

Os médicos da rede estadual não descartam a possibilidade de uma greve. A categoria que está em negociação salarial com a Secretaria de Estado da Saúde para a implantação do piso nacional. "A proposta remuneratória do governo deveria ter sido apresentada na quarta-feira (19), o que não ocorreu. O estado adiou essa apresentação para segunda-feira (23)", disse José Menezes.
O presidente do Sindimed afirma que no próximo dia 26 será realizada uma nova assembléia já com indicativo de greve.