Sergipe

18/03/2009 às 23h39

Venâncio quer comissão para apurar denúncias de irregularidades

Redação Portal A8

O deputado estadual Venâncio Fonseca (PP-SE) propôs nesta quarta-feira (18) a criação de uma comissão suprapartidária para que a Assembleia Legislativa de Sergipe possa ter acesso às denúncias feitas pelo Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado (Sintese), na semana passada. "Como esse governo é transparente, nós vamos formar essa comissão para avaliar as denúncias, já que todos os nossos requerimentos pedindo informações sobre a receita do Fundeb foram rejeitados", justificou Fonseca.
A proposta foi acatada, de pronto, por outros deputados da oposição, como Goretti Reis e Augusto Bezerra (ambos do DEM). "Quem não deve, não teme. Se não tem nada errado, não há motivo para tanto sigilo", disse Venâncio, ao cobrar uma apuração rigorosa das supostas irregularidades apontadas pelo Sintese praticadas pelo secretário da pasta, José Fernandes Lima.
"É importante que este governo seja transparente não só no discurso, mas sobretudo na prática", afirmou Venâncio, ao citar que o Sintese, denunciou, por exemplo, um gasto de cerca de R$ 8 milhões mensais da receita do Fundo de Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb) para pagar ocupantes de cargos em comissão e apadrinhados do secretário da Educação".
Para ele, "a denúncia é de uma gravidade impressionante e não pode de maneira alguma alguém querer deixar transparecer esta normalidade. Tem que parar com essa história de ser transparente apenas no discurso. A denúncia do Sintese de que mais de R$ 40 milhões foram desviados do Fundeb, de janeiro a julho de 2008, é uma bomba! Segundo o sindicato foram emitidas 15 folhas de pagamento diferentes ao invés de três, com o intuito de confundir a fiscalização do Tribunal de Contas de Sergipe".