Sergipe

16/03/2009 às 16h09

Venâncio cobra posição de Deda sobre o Banese

Redação Portal A8

O líder da oposição na Assembléia Legislativa do Estado, deputado Venâncio Fonseca (PP) apelou para que o governador Marcelo Deda (PT) venha a público falar sobre a frequente informação publicada pela imprensa nacional dando conta da possível compra do Banco do Estado de Sergipe (Banese), pelo Banco do Brasil (BB).
"Insistentemente tem saído notas na imprensa nacional, em média duas vezes por semana, sobre a compra do Banese pelo Banco do Brasil e o governador está calado, ninguém está respondendo nada, e isso tem deixado os sergipanos preocupados e apreensivos", justificou Venâncio, ao citar nota publicada ontem na coluna Panorama Político do Jornal O Globo, do Rio de Janeiro.
Segundo a nota, quando "o governo Lula chegar ao final possivelmente não haverá mais nenhum banco estatal". O colunista Ilimar Franco diz que "o BB já adquiriu o Banco de Santa Catarina (Besc), do Piauí (BEP) e a Nossa Caixa, de São Paulo, e que estaria em processo de negociação para comprar o Banco de Brasília (BRB) e realizando auditoria para definir o valor do Benestes, banco estatal do Espírito Santo. Os próximos alvos do Banco do Brasil seriam o Banese e o Banco do Pará (Banpará).
Para Venâncio, é importante que o governador se pronuncie nem que seja através de nota para esclarecer a situação. "Onde há fumaça há fogo e é bom o governo se pronunciar nesse sentido", afirmou. Há cerca de um mês, a mesma preocupação foi levantada pelo deputado federal Mendonça Prado (DEM). Segundo ele, em Brasília, a suposta venda do Banese é assunto sempre presente nas rodas política e econômica.