Sergipe

13/03/2009 às 17h51

Jerônimo destaca problema da escassez de água em Sergipe

Além dos esforço empreendidos pelo governo, Jerônimo destacou a importância de a população usar de forma racional a água, que tem faltado nas torneiras de Aracaju e do interior sergipano.

Redação Portal A8

 

O deputado federal Jerônimo Reis (DEM) alertou, nesta sexta-feira (13), sobre a escassez de água no Estado e mais precisamente na região metropolitana de Aracaju, que atinge diretamente cerca de 800 mil pessoas.
Ele destacou, em pronunciamento na Câmara Federal, o rodízio feito pela Companhia de Saneamento de Sergipe (Deso), em onze localidades de Aracaju para garantir o abastecimento. "Esse rodízio complicou ainda mais a situação não só dos aracajuanos, mas também de moradores da região metropolitana que já estavam sem água", disse Reis.
Para Jerônimo, em todo o Estado de Sergipe, a escassez de água se agrava pelo "péssimo uso que se faz de uma rede de distribuição já avariada, obsoleta e insuficiente para atender a população". O deputado democrata ressaltou que uma média de 40% de toda a água encanada se perde, seja através de furos na encanação ou pelas chamadas ligações clandestina, que se proliferam por falta de fiscalização.
"Reconheço os esforços e investimentos do governo estadual para amenizar o sofrimento da população com a constante falta d`água", disse, ao pedir que a população colabore, no sentido de usar de forma racional a água, "que é uma herança comum da humanidade e da vida, um direito humano individual e coletivo e para continuarmos a ter direito a este privilégio necessitamos de mudanças culturais".