Sergipe

10/03/2009 às 15h29

Venâncio cobra segurança no interior sergipano

O líder da bancada de oposição na Assembléia Legislativa, deputado estadual Venâncio Fonseca (PP) voltou hoje (10) a cobrar segurança no interior do Estado.

Redação Portal A8

O líder da bancada de oposição na Assembléia Legislativa, deputado estadual Venâncio Fonseca (PP) voltou hoje (10) a cobrar segurança no interior do Estado.
Em pronunciamento na tribuna da Assembléia Legislativa, nesta terça-feira (10), o deputado estadual Venâncio Fonseca (PP) fez duras críticas ao secretário da Segurança Pública, Kércio Silva Pinto e ao governador Marcelo Deda (PT) e os atribuiu a responsabilidade pelo crescimento da criminalidade.
Fonseca citou o caso do município de São Domingos, onde segundo ele, o fugitivo da Justiça Ysriel Santos está causando pânico e terror à população. Ele exibiu uma reportagem da TV Sergipe sobre a atuação do bandido em São Domingos. Na matéria, a população se mostra assustada e revela que Ysriel, conhecido como Léo, de 20 anos, tem obrigado a população a mudar hábitos, como por exemplo, dormir mais cedo, fechar lojas antes do anoitecer, evitar locais isolados e perder noites de sono.
De acordo com o deputado, Léo, considerado um dos mais temidos bandidos do agreste sergipano, mudou a rotina da cidade e tumultuou a vida dos sertanejos. Venâncio declarou que acompanhou o prefeito de São Domingos, Robson Mecenas, a uma audiência com o secretário Kércio Pinto, quando pediu providências contra o foragido.
"O secretário nos recebeu, foi gentil, como lhe é peculiar, mas até agora nada. Não tomou nenhuma providência. Será que vão deixar esse marginal se transformar num novo ‘Pipita`", questionou Venâncio, mostrando-se surpreso com a facilidade com que Ysriel fugiu algemado do fórum de Campo do Brito e da delegacia de Simão Dias.
Ele disse que o "bandido vive perambulando pelos povoados de São Domingos. O povo está deixando até de ir aos domingos às missas. Os marginais estão tomando conta do Estado, as lojas estão sendo arrombadas. Veja a situação me que situação chegou a segurança pública de Sergipe".
Segundo ele, o governo mostra, em publicidade, que Sergipe possui segurança pública de primeiro mundo, mas para ele, a propaganda é equivocada. "A população está trancada em casa, em prisão domiciliar e os marginais soltos, matando, estuprando, roubando".