Sergipe

09/03/2009 às 15h37

Empresário é condenado por extração ilegal de areia

Redação Portal A8

A Justiça Federal condenou, atendendo ao pedido do Ministério Público Federal em Sergipe (MPF/SE), o empresário Hermínio da Conceição por extração ilegal de areia no loteamento Jardim Recreio, no bairro Santa Maria, em Aracaju. Ele foi denunciado à justiça pelo procurador da República Ruy Nestor Bastos Mello com base em apurações efetuadas pelo Ibama e pela Polícia Federal que detectaram a prática do crime ambiental.

O juiz Rafael Soares Sousa condenou o empresário a uma pena de 3 anos, 4 meses e 20 dias de reclusão, que foi substituída pelo pagamento de prestação pecuniária no valor de R$ 50 mil junto com a prestação de mais de mil horas de serviços comunitários, além de pagamento de multa.

Apesar de não ter autorização do Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM) ou da Adema, a empresa Jazida e Piscicultura Santa Maria, de propriedade do condenado, foi flagrada diversas vezes realizando a extração de areia.

Ficou constatado que foram extraídos pelo menos 400 mil m³ do minério, num valor estimado de mais de R$ 4 milhões. O empresário chegou a apresentar uma licença municipal para comercialização da areia. Contudo, o procurador Ruy Mello apontou que essa licença é apenas um dos requisitos exigidos pelo DNPM para a concessão de autorização definitiva, e que esta nunca havia sido concedida.

O processo ainda pode ser submetido ao Tribunal Regional da 5ª Região caso o empresário recorra da sentença. "Casos como este mostram o bom resultado das ações e iniciativas do MPF/SE e dos demais órgãos de fiscalização estatais na repressão à prática dos crimes de extração de areia em Sergipe", disse o procurador Ruy Mello.