Sergipe

06/03/2009 às 18h07

Greve de professores começa segunda

Redação Portal A8

 

Assembléia de Professores (Foto: Douglas Magalhães)

A reunião ocorrida na manhã de ontem, quinta-feira, 5, entre representantes do Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Sergipe (Sintese) com o governador Marcelo Deda, não foi suficiente para apaziguar a situação dos sindicalistas, que mantiveram a greve, a iniciar já na próxima segunda-feira, 9.

 

A paralisação das atividades acontece por conta da insatisfação da categoria com a proposta apresentada pelo Governo em relação ao piso salarial nacional, regulamentado pela Lei Federal nº. 11738/2008. "Se a reunião de ontem tivesse acontecido em janeiro, certamente teríamos construído uma saída conjunta para a elaboração do piso, este processo estria mais adiantado", disse o presidente do Sintese, Joel Almeida.

Apesar de considerar positiva a reunião de ontem, Almeida informou o calendário de atividades a serem executadas já na próxima semana: segunda-feira, 9, a categoria faz colagem de adesivos nas ruas da cidade; na terça, 10, acontece a marcha estadual (partindo da praça da Bandeira até o Palácio dos Despachos); enquanto que na quarta, 11, manifestantes fazem vigília em frente à Secretaria de Estado da Administração.

Durante a tarde da quarta-feira, 11, o Sintese tem uma audiência na Secretaria de Estadual de Administração com os secretários de Educação, Administração e da Fazenda, onde os sindicalistas esperam receber uma proposta firme, para a construção do piso salarial. Se assim for, segundo Almeida, esta será levada à assembléia da categoria, marcada para a manhã da quinta-feira, quando a greve poderá ter seu fim decretado.