Sergipe

06/03/2009 às 14h02

Déda apresenta recurso para tentar suspender julgamento de cassação

O governador Marcelo Déda recorreu nesta sexta-feira (6) ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) contra a decisão monocrática do ministro Félix Fischer, que decidiu acolher a sugestão da Procuradoria Geral Eleitoral (PGE) para que o processo de perda de cassação do seu mandato seja apreciado.

Redação Portal A8

O governador de Sergipe, Marcelo Déda (PT) apresentou nesta sexta-feira (6), recurso no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) contra a decisão individual do ministro Félix Fischer, que determinou o prosseguimento do processo que pede a cassação do seu mandato e do do vice-governador, Belivaldo Chagas (PSB).

Apesar de o PTB ter manifestado que não tem interesse em levar a ação adiante, o ministro Felix Fischer reconheceu a legitimidade ativa do Ministério Público Eleitoral (MPE) para atuar no processo, mesmo que este não tenha sido o autor do pedido de cassação, pois a natureza da ação é de ordem pública.

No recurso apresentado no TSE, o governador argumenta que o processo tem que ser extinto porque o MPE não teria adotado, expressamente, a autoria da ação, "nada requerendo a esse respeito".

O pedido de cassação de Déda foi formalizado em 2006 pelo extinto Partido dos Aposentados da Nação (PAN), que o acusou, na época, de fazer propaganda antecipada para o Governo de Sergipe. No entendimetno do PAN, ainda investido no cargo de prefeito de Aracaju, o atual governador usou todos os espaços para fazer propaganda sobre as suas ações na administração municipal.