Sergipe

23/02/2009 às 18h19

Permissão Internacional para Dirigir pode ser requerida no Detran

Os sergipanos que pretendem viajar para outro país e querem dirigir veículos basta solicitar, em qualquer unidade do Detran,a Permissão Internacional para Dirigir (PID).

Redação Portal A8

Os sergipanos e turistas que pretendem viajar para outro país e querem dirigir veículos têm uma opção mais cômoda e rápida para resolver esta questão. Basta solicitar, em qualquer unidade de atendimento do Detran, na capital ou no interior do Estado, a Permissão Internacional para Dirigir (PID), que é aceita em mais de 100 países.

O documento, de porte internacional, foi lançado em maio de 2006 pelo Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), com o objetivo de dificultar as falsificações e facilitar a vida dos condutores brasileiros que costumam viajar para o exterior. Antes da emissão pelo Detran, a permissão internacional era disponibilizada por alguns clubes automotivos reconhecidos pelo Denatran. Apesar de alguns Estados próximos oferecerem o serviço, como Bahia e Pernambuco, o deslocamento ocasionava imensos transtornos aos sergipanos.

Para solicitar a sua expedição, os condutores precisam estar cadastrados no sistema de Registro Nacional de Condutores Habilitados (Renach) do Estado onde foi emitida a última Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Em seguida, devem dar entrada no processo no Detran, apresentando a CNH original acompanhada de uma cópia. Caso um condutor de outro Estado queira obter a PID em Sergipe, deve solicitar antecipadamente uma transferência de jurisdição para, em seguida, requerer a carteira internacional.

A validade do documento será igual à da CNH. Porém, se a carteira de motorista estiver próxima do vencimento e o condutor não quiser uma PID com pouco tempo de prescrição, ele poderá dar entrada numa renovação de CNH e depois solicitar a PID.
Países que aceitam a PID

A Permissão Internacional para Dirigir é aceita nos países que assinaram a Convenção de Viena, em 1968, e na maior parte dos destinos turísticos internacionais dos brasileiros, em países da Europa, América do Sul e América do Norte. Confira, abaixo, os países que aceitam a PID.

África do Sul, Albânia, Alemanha, Angola, Argélia, Argentina, Austrália, Áustria, Azerbaidjão, Bahamas, Barein, Bielo-Rússia, Bélgica, Bolívia, Bósnia-Herzegóvina, Bulgária, Cabo Verde, Canadá, Cazaquistão, Chile, Cingapura, Colômbia, Coréia do Sul, Costa do Marfim, Costa Rica, Croácia, Cuba, Dinamarca, El Salvador, Equador, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Estados Unidos, Estônia, Federação Russa, Filipinas, Finlândia, França, Gabão, Gana, Geórgia, Grécia, Guatemala, Guiana, Guiné-Bissau, Haiti, Holanda, Honduras, Hungria, Indonésia, Irã, Israel, Itália, Kuwait, Letônia, Líbia, Lituânia, Luxemburgo, Macedônia, Marrocos, México, Moldávia, Mônaco, Mongólia, Namíbia, Nicarágua, Níger, Noruega, Nova Zelândia, Panamá, Paquistão, Paraguai, Peru, Polônia, Portugal, Reino Unido (Inglaterra, Irlanda do Norte, Escócia e País de Gales), República Centro-Africana, República Democrática do Congo, República Checa, República Dominicana, Romênia, San Marino, São Tomé e Príncipe, Seichelles, Senegal, Sérvia e Montenegro, Suécia, Suíça, Tadjiquistão, Tunísia, Turcomenistão, Ucrânia, Uruguai, Uzbequistão, Venezuela e Zimbábue.

Fonte: ASN