Sergipe

20/02/2009 às 07h53

Primeiro ciclo de combate à dengue será encerrado hoje na Farolândia

Redação Portal A8

Uma equipe formada por 250 agentes de endemias, 30 agentes comunitários e 95 agentes da Emurb e Emsurb iniciou hoje pela manhã, dia 20, no bairro Farolândia mais uma força-tarefa que tem como objetivo combater o mosquito transmissor da dengue. O objetivo é eliminar possíveis focos da doença e esclarecer a população sobre as formas de prevenir a presença do Aedes Aegypti.

O reforço das ações de campo de eliminação de larvas do mosquito transmissor da dengue e a limpeza dos bairros fazem parte da Campanha de Intensificação de Combate à Dengue da PMA. Esse plano foi lançado pela Prefeitura de Aracaju no dia 06 deste mês e hoje (20) encerra o primeiro ciclo.
"Estamos acompanhando e monitorando as ações de campo e conversando com agentes de endemias para que todos possam redobrar as atenções durante as vistorias das casas e conscientizar os moradores a não deixar reservatórios e larvas de mosquito.

A situação em Aracaju é de alerta, estamos entrando em um momento crítico com a chegada das chuvas de verão. Mas, juntos e determinados, podemos vencer essa briga contra o mosquito", disse o secretário municipal da Saúde, Marcos Ramos. Na campanha de intensificação, a SMS colocou nas ruas um total 740 agentes comunitários que têm como meta visitar 74 mil imóveis, uma média de visitação de 10 casas por dia.
A EMURB está presente nesta campanha com 75 funcionários, divididos em cinco equipes, com 15 homens cada. Esse grupo está viabilizando a limpeza dos bairros, direcionada ao problema da dengue. Já a EMURB conta com 20 homens para fiscalização as casas abandonadas e notificar aos donos dos terrenos e
casas.

LIRA

Com o encerramento desse ciclo de trabalho, a PMA inicia no período de dois a seis de março, o novo Levantamento de Índice Rápido (LIRA). Enquanto acontece o LIRA, os agentes comunitários e de endemias estarão realizando a rotina de visitações de residências. "Com um novo diagnóstico de índice de larvas do mosquito, a PMA vai montar as ações do novo ciclo de trabalho nos bairros de Aracaju e direcionar a agenda da Força Tarefa,", conta o secretário Municipal de Saúde, Marcos Ramos.

Segundo a coordenadora do PMCD, Taise Cavalcante, a rotina das ações de controle da dengue em Aracaju segue as diretrizes do Ministério da Saúde, agregada a uma campanha de intensificação local. "Na rotina temos de percorrer cada bairro da cidade, no intervalo de dois meses. Assim, durante o ano, realizamos seis ciclos de trabalho", explica.