Sergipe

19/02/2009 às 08h56

Governo garante que investimento vai acabar com problema no abastecimento

Redação Portal A8

Uma obra que irá garantir o fim dos problemas no abastecimento de água na Grande Aracaju durante os próximos 20 anos e beneficiará pelo menos 325 mil pessoas. Esse será o resultado do investimento que está sendo feito na construção da barragem sobre o Rio Poxim. Quase R$ 81 milhões, dos quais R$ 64,6 milhões do Governo Federal e R$ 16,3 milhões do Governo do Estado, estão sendo direcionados para a edificação, responsável por elevar o fluxo de água no rio dos atuais 550 litros por segundo para 1.120 litros.

O investimento permitirá ampliar o aproveitamento da água que circula diariamente na Bacia do Rio Poxim, responsável por cerca de 30% do fornecimento para a Grande Aracaju. Isso porque durante o inverno, período em que a vazão do rio é elevada por conta das chuvas, a maior parte da água (por falta de aproveitamento) é direcionada para o mar. Já durante o verão, em que o fluxo cai para cerca de 350 litros por segundo, o abastecimento é prejudicado. A obra garantirá que durante os períodos chuvosos a água possa ser acumulada e futuramente utilizada nos períodos mais secos.

Uma construção de 1,35 km de comprimento e 25 metros de altura irá assegurar o armazenamento. Para se ter uma idéia do potencial da obra, a barragem terá a capacidade de guardar até 32 milhões de metros cúbicos de água. Somente com os serviços de aterramento da área onde está sendo erguida a barragem, estão sendo empregados aproximadamente 100 mil sacos de cimento.

"A população poderá ficar tranqüila, pois com essa obra resolveremos por completo o problema da falta de água. Todo esse investimento irá complementar o trabalho desenvolvido pelas adutoras do São Francisco, da Cabrita e do sistema de Ibura, as outras fontes de abastecimento da Grande Aracaju. Pelo menos nos próximos 20 anos não enfrentaremos problemas relacionados ao racionamento do uso da água", garantiu o diretor técnico da Companhia de Saneamento de Sergipe (Deso), Juarez Carvalho.

Aproximadamente 15% da obra já está executada, fruto do empenho de 250 trabalhadores que desde setembro do ano passado desenvolvem suas atividades. Depois do aterramento, o próximo passo será a construção da parede que garantirá o armazenamento da água.

Com as obras da barragem do Rio Poxim e da duplicação da adutora do São Francisco, a distribuição de água na Grande Aracaju será regularizada. Bairros como o Augusto Franco, São Conrado, Santa Maria, Padre Pedro, Conjunto Governador Valadares, Orlando Dantas, Capucho, Santa Lucia, Beira Rio, Inácio Barbosa, Jabotiana, Atalaia, Mosqueiro e Aruana, serão diretamente beneficiados com a construção da barragem.

Mais investimentos

Além dos R$ 81 milhões destinados à barragem, o Governo do Estado também investirá outros R$ 115 milhões na realização de obras complementares às melhorias desenvolvidas na bacia do Rio Poxim. Os recursos são oriundos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), coordenado pelo Governo Federal.

Serão ampliados a Estação de Tratamento de Água (ETA) Poxim e os centros de reservatório R5 e R6, localizados nos bairros Aeroporto e Jabotiana. O Governo de Sergipe também investirá em obras de esgotamento sanitário nos conjuntos Eduardo Gomes e Rosa Elze, e na recuperação ambiental da bacia do Rio Poxim.


Fonte: ASN