Sergipe

18/02/2009 às 18h20

Polícia já sabe quem matou cigano

Redação Portal A8

A polícia já identificou os ciganos que mataram o adolescente Diogo Soares de Lima, de 17 anos, e feriram outros cinco, no município de Pedrinhas, no último dia (17). Os assassinos foram localizados a partir dos depoimentos das vítimas, que estão internadas no Hospital de Urgência de Sergipe ‘João Alves Filho`.

A delegada de Pedrinhas, Roberta Forte Silva, que coordena as investigações, adota um tom mais cauteloso para falar sobre a identificação dos assassinos, já que por cultura, os ciganos não permitem a participação da polícia nos conflitos deles.

"Ouvir quatro ciganos que foram feridos no atentado para tentar chegar a um denominador comum. A investigação foi difícil, por que eles não falam nomes, só dão características. Mesmo feridos, eles tentaram confundir a polícia, foi preciso convencê-los dos riscos para que passassem informações dos assassinos", informou a delegada que ainda vai ouvir outros ciganos de cidades vizinhas que também estão envolvidos no caso. "Nós já sabemos quem são e onde moram, mas vamos confirmar todas informações para não errarmos", comunicou.

Segundo a assessoria de comunicação do Hospital João Alves Filho, continuam internados em observação médica os ciganos Edicarlos Leite Santos, de 74 anos, Maria das Neves dos Santos Santiago, de 16 anos, Vanessa Ramos Santos, de 17 anos, Cleiton Mendes de Oliveira, de 27 anos e Marta Lima Ramos, de 14 anos, que foi operada hoje para retirada de uma bala que estava alojada no joelho. Aelson da Silva, de 23 anos, foi o único que recebeu alta médica.

A polícia continua de escolta na área externa do Hospital de Urgência de Sergipe ‘João Alves Filho` devido à ameaça de invasão feita por grupos ciganos da região de Pedrinhas.