Sergipe

17/02/2009 às 10h10

Detentos comandavam tráfico de drogas de dentro de presídio

Redação Portal A8

Os presidiários do Complexo Penitenciário ‘Manuel Carvalho Neto` Cláudio Marcelo Rinco, conhecido como ‘Geléia` e Leonias de Jesus, vulgo "Leo" vinham comandando o tráfico de drogas de dentro dessa unidade prisional. Eles eram responsáveis pela encomenda da droga e monitoravam todo o processo de chegada e de distribuição da cocaína e crack no Estado. Para isso contavam com a ajuda de traficantes que estão em liberdade.

Para comprar a droga, os traficantes ‘contratavam` os serviços de duas mulheres e foi com a prisão delas que a polícia conseguiu desarticular a quadrilha. A primeira apreensão ocorreu em 30 de janeiro deste ano. Luzienete Maria da Silva Laurentino foi presa ao desembarcar no Terminal Rodoviário ‘José Rollemberg Leite` trazendo três quilos de cocaína. Ela vinha do estado de São Paulo, onde foi buscar a droga.

No último dia quatro, foi presa no trevo que dá acesso ao município de Umbaúba, também ao desembarcar de ônibus, Elaine Cristina Rodrigues de Oliveira, que vinha do Acre, trazendo dois quilos de crack.

De acordo com a polícia, os presidiários Cláudio e Leonias fizeram as encomendas e enviaram Luzinete Maria e Eliane Cristina para pegar a droga e trazer para Sergipe, onde seria distribuída. Elaine Cristina é namorada de Cláudio Marcelo e Luzinete Maria é companheira de um detento que divide a cela com ele.

O delegado, André Baronto, da Delegacia Regional de Itabaiana, disse que as últimas apreensões registradas em Sergipe demonstram que a polícia vem intensificando o combate ao tráfico de drogas, mas ao mesmo tempo serve de alerta para que toda a sociedade entre nessa luta. "O tráfico deve ser combatido de forma multidisciplinar, com ações sociais e tratamento dos usuários", disse o delegado.