Sergipe

16/02/2009 às 13h20

Prefeito é acusado de fazer contrato milionário

Há pouco mais de um mês no comando do município de São Cristóvão, e o prefeito Alexsander Rocha (PDT) já vai ter que se explicar sobre um contrato formalizado com a Torre Empreendimento, com dispensa de licitação.

Redação Portal A8

A Justiça deve se pronunciar nas próximas horas sobre um contrato no valor de R$ 400 mil formalizado, com dispensa de licitação, pelo prefeito de São Cristóvão (SE) Alexsander Rocha (PDT), com a empresa Torre Empreendimentos para prestação de serviço de limpeza urbana no município.

O fato foi denunciado pelo vereador Carlos Alberto dos Santos Meneses, pó "Carlos Vilão" (PV), após solicitar informações sobre a medida. O serviço para o qual a Torre foi contratada vinha sendo feito por um valor bem menor pela Loc Construções e Empreendimentos Ltda., cujo contrato venceria em maio próximo.

De acordo com informações apuradas pelo portal Atalaia Agora, o contrato com a Loc foi formalizado pelo próprio Alexsander na sua gestão como prefeito interino em 20008. A empresa, segundo o vereador "Vilão", tem um crédito no município da ordem de R$ 1 milhão.

O chefe de gabinete, Antônio Valdione de Sá informou que a administração atual não tem conhecimrnto sobre o contrato de R$ 400 mil, mas reconhece a dívida com a empresa Torres e que o pagamento em atraso já vem sendo negociado. São débitos acumulados pela admistrações  anteriores. A Empresa Torres já voltou a prestar serviços ao município por um valor menor que o contrato anteriormente.