Política

03/06/2019 às 15h02

Senadora lamenta violência a professores e diz que processo de educação começa em casa

Assessoria de Imprensa do Parlamentar

A senadora Maria do Carmo Alves (DEM) lamentou nesta segunda-feira (3), a “onda de terror” enfrentada por professores de todo o país. “Ontem, todos nós assistimos a cenas

Foto: Geraldo Magelo/ Agência Senado
de horror praticadas por adolescentes de uma escola de São Paulo contra uma mais professora. Não podemos tolerar isso e precisamos chamar os pais à responsabilidade”, alertou Maria, ao ressaltar que indicadores recentes mostram o Brasil como o país mais violento contra profissionais do magistério.  

“A educação começa em casa. É no seio familiar que se deve ensinar aos filhos sobre respeito, hierarquia, princípios e valores éticos e morais”, afirmou a senadora que, há cerca de um mês destacou a necessidade de se colocar à mesa a discussão em torno do papel da família no processo de formação dos homens e mulheres que compõem a sociedade brasileira. “O que podemos esperar desses jovens? O envolvimento e a participação da família são componentes importantes para o crescimento desse aluno, especialmente, na primeira e segunda infância”, defendeu Maria do Carmo.  

Dados

De acordo com uma pesquisa realizada pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), cerca de 12,5% dos professores ouvidos no Brasil disseram ser vítimas de agressões verbais ou de intimidação de alunos pelo menos uma vez por semana. Segundo os pesquisadores, o país ostenta o porcentual mais alto entre os 34 países analisados. O índice médio global é de 3,4%.

 


Fonte: Assessoria de Imprensa do Parlamentar