Política

10/05/2019 às 17h31

Edvaldo anuncia novo secretário do Meio Ambiente de Aracaju

Agência Aracaju de Notícias
O prefeito Edvaldo Nogueira anunciou, nesta sexta-feira (10), Alan Alexander Mendes Lemos como novo secretário municipal do Meio Ambiente. Professor universitário há 29 anos, doutor em Ciências Econômicas e com larga experiência em gestão da inovação e do setor público, o novo integrante da gestão municipal é uma indicação do PP, partido presidido pelo deputado federal Laércio Oliveira. A posse de Alan Alexander será na próxima segunda-feira, 13. Ele substitui o professor Augusto César Viana. 
 
“Anuncio o novo secretário do Meio Ambiente de Aracaju, o professor Alan Alexander Mendes Lemos, um grande profissional, com vasta experiência. Uma indicação do Partido Progressista, na pessoa do deputado Laércio Oliveira, partido que em Aracaju é presidido pelo empresário Fernando Carvalho. A meu pedido, o PP indicou o nome de Alan que eu aceitei dada a sua capacidade e competência”, declarou o prefeito.
 
O novo secretário se disse muito “satisfeito e honrado” com a indicação. “Estou muito feliz com a indicação do Partido Progressista para participar da gestão municipal. É grande a minha expectativa de fazer um trabalho no sentido do que já foi definido pela Prefeitura em seu planejamento estratégico tendo como foco construir uma cidade com mais qualidade de vida dentro de uma perspectiva sustentável, pensando não apenas no presente, mas nas gerações futuras”, disse.
 
Alan Alexander Mendes Lemos é professor do Departamento de Engenharia Agronômica da Universidade Federal de Sergipe desde 2005. É professor visitante em universidades do Cazaquistão e China. Foi vice-reitor da Universidade Federal de Roraima. Atualmente coordena o projeto Estudos Especializados e Planos Estratégicos com Foco em Cadeias Produtivas, como suporte na confecção de projeto técnico, acompanhamento à implementação e monitoramento de empreendimentos agroindustriais e desenvolvimento de canais de comercialização para assentamentos da reforma agrária. 
 

 


Fonte: Agência Aracaju de Notícias