Política

03/04/2019 às 18h42

Iran Barbosa cobra solução para a falta de transporte e alimentação escolar

Rede Alese

Os problemas que envolvem a educação no estado de Sergipe estão se aprofundando, cada vez mais. Diante disso, o deputado estadual Iran Barbosa (PT) tem feito cobranças recorrentes ao governo para que efetive soluções. Nesta quarta-feira, 3, a falta de transporte escolar e o déficit na oferta da alimentação escolar foram pontos abordados pelo parlamentar.

Na tribuna da Assembleia Legislativa do Estado de Sergipe, Iran lembrou que já apresentou Requerimentos solicitando informações e cobrando soluções do governo do Estado quanto aos problemas na oferta do transporte escolar; como também já dialogou, pessoalmente, em audiência, com o secretário de Educação, Josué Modesto dos Passos Subrinho, e com o governador Belivaldo Chagas.

“Os problemas na oferta desses serviços persistem. Na última quinta-feira, estive no município de Santo Amaro das Brotas, onde participei de uma reunião que tinha como pauta, entre outros problemas, a falta de transporte e alimentação escolar para os estudantes”, disse o deputado.

“O programa de alimentação escolar, em diversas escolas, está comprometido, e sabemos, inclusive, que para uma parcela considerável dos nossos alunos a alimentação escolar é a refeição principal. Dois serviços essenciais para o funcionamento da escola estão comprometidos”, acrescentou Iran, dizendo que tem notícias de que os professores estão tendo que se cotizar para que a unidade escolar funcione.

Para Iran, é preciso que o governo vá além da apresentação dos problemas que a pasta enfrenta. É necessário que superem as dificuldades e solucionem as inúmeras questões que envolvem a educação.

“Nós queremos a resolução dos problemas. A educação carece de uma ação governamental efetiva. Ratifico o meu apelo ao governador e ao secretário para que empreendam medidas efetivas”, apelou Iran Barbosa, sem deixar de lembrar que o governador, mais de uma vez, afirmou que a Educação seria prioridade durante o seu governo.


Fonte: Rede Alese