Mundo

22/11/2011 às 14h26

Monja budista coloca fogo no próprio corpo

Redação Portal A8

Uma monja budista se auto imolou frente à câmera na China. O vídeo tem circulado na internet e fora divulgado clandestinamente evitando a repressão das autoridades chinesas.

As imagens são do dia 3 de novembro, mas apenas nesta segunda-feira (21) foi publicado no site da organização Free Tibet (Tibete livre). No vídeo, trata-se da monja Palden Choesto de 35 anos que se sacrificou pela independência do Tibete.

Desde março, doze monges se imolaram para protestar contra a repressão chinesa, sete deles morreram. O movimento busca chamar a atenção internacional para a causa tibetana que luta por maior independência contra o governo central chinês.

Os protestos se concentram na cidade de Kardze, província de Sichuan na China. Nesta região se encontra a maior parte da população tibetana no país.

O Dalai Lama líder espiritual dos tibetanos condenou publicamente os atos suicidas pedindo mais sensatez aos seus compatriotas. Em 1959, o líder foi obrigado a fugir da região devido ao aumento da repressão do governo chinês.

Fonte: R7