Mundo

13/05/2011 às 12h05

Marido de Demi Moore pode substituir Charlie Sheen em Two and a Half Men

Redação Portal A8

 

Kutcher (à esq.) pode assumir vaga de Sheen na próxima temporada da série (Foto:R7)

O ator Ashton Kutcher já pode ter fechado um acordo para substituir Charlie Sheen na popular série americana Two and a Half Men, segundo informou nesta quinta-feira (12) a revista The Hollywood Reporter. O marido de Demi Moore receberia um "pagamento enorme" para fazer parte da série, que perdeu seu protagonista em março, segundo informaram várias fontes ao veículo.

Charlie Sheen foi desligado de Two and a Half Men pela CBS e pela Warner por problemas com drogas e álcool e comportamento indevido, o que levou a emissora e a produtora a suspender parte da última temporada. Sheen também protagonizou ataques ao criador da série, Chuck Lorre, o que tornou a sua situação insustentável.

Sheen, que até então era o ator mais bem pago da televisão americana, com salário próximo a R$ 3,2 milhões (US$ 2 milhões) por episódio, processou a produtora em R$ 162 milhões (US$ 100 milhões) por considerar que sua demissão não teve justificativa.

Por fim, a Warner decidiu continuar com a série e iniciou a busca por um nome para substituir Sheen, entre os quais esteve cotado o ator britânico Hugh Grant, mas as negociações não avançaram. A produtora espera anunciar o substituto de Sheen e todo o cronograma de trabalho para a série em uma reunião com anunciantes na próxima quarta-feira (18).

Segundo a revista The Hollywood Reporter, Ashton Kutcher está disposto a aceitar o papel, e inclusive a Warner já teria preparado a história para introduzir seu personagem na série. Apesar de sua carreira no cinema, Kutcher ficou famoso ao interpretar o personagem Kelso na série That 70`s Show.

Em sua página pessoal no microblog Twitter, Kutcher aparentemente confirmou o acerto, perguntando aos seus seguidores "qual é a raiz quadrada de 6,25?", cuja resposta é 2,5, em alusão ao nome da série e ao possível salário que receberia por episódio: R$ 4 milhões (US$ 2,5 milhões).

Além de contar com um novo personagem, a série deverá dar mais destaque ao irmão de Charlie na série, Alan, interpretado pelo ator Jon Cryer. Além de Kutcher, os nomes dos atores Rob Lowe, John Stamos e Jason Alexander também foram associados à série nos últimos meses.

Por enquanto, nem a CBS ou a Warner comentaram a mais nova especulação envolvendo a série.

Sheen negocia turnê pela Europa e Austrália

Fora da série, Charlie Sheen concluiu no início deste mês a sua turnê pelos Estados Unidos, intitulada O Violento Torpedo da Verdade/Derrota não é uma Opção, que começou em abril e oscilou entre vaias, críticas, aplausos e algumas ovações por onde passou.


Foi nela que o ator disse que gostaria de voltar à série e até aceitaria pedir desculpas, o que parece não ter mudado a opinião dos produtores.Sheen negocia levar o seu show para Austrália e Europa nos próximos meses.

Kutcher pode voltar ao Brasil

Ainda em seu Twitter, Ashton Kutcher anunciou que vai voltar ao Brasil. O ator deve vir mais uma vez acompanhado pela mulher, Demi Moore, e pediu sugestões para a sua passagem pelo Rio de Janeiro.

"Brasil, aqui vou eu de novo! Vou conhecer o Rio de Janeiro dessa vez! Preciso de dicas do melhor do Rio".As razões da visita ou a data exata da viagem não foram reveladas pelo ator, que esteve no país em janeiro deste ano, para desfilar no São Paulo Fashion Week.


Fonte:R7