Mundo

12/11/2010 às 11h41

ONU pede a países que cumpram promessa de ajudar os pobres

Redação Portal A8

O secretário-geral da ONU (Organização das Nações Unidas), Ban Ki-moon, pediu nesta sexta-feira (12) aos líderes do G20 - grupo das potências e dos principais países emergentes do mundo - reunidos em Seul, na Coreia do Sul, que cumpram suas promessas de ajuda aos países mais pobres, apesar da incerteza em torno da recuperação econômica após a crise financeira mundial.

Para Ban, que discursou no último dia da cúpula, a pobreza no mundo pode ser erradicada. O secretário-geral citou como exemplo seu país, a Coreia do Sul, "que fez uma mudança histórica de receptor (da ajuda) a doador". "Investir em desenvolvimento é investir na recuperação (econômica) de todos".

Ban lembrou que as nações assumiram um compromisso com as chamadas Metas do Milênio, grupo de medidas contra a pobreza, a fome e as doenças que deveriam ser cumpridas até 2015."As promessas feitas devem ser mantidas. Nossas palavras devem se traduzir em ações. De outro modo, estaremos construindo castelos de areia".

Em setembro, líderes de 140 países se reuniram em Nova York, nos Estados Unidos, para discutir o cumprimento das Metas do Milênio. A conclusão foi de que, a cinco anos do prazo final, muito ainda precisa ser feito.

Para o secretário-geral da ONU, a crise econômica mundial, que, de acordo com a entidade, empurrou 65 milhões de pessoas para a extrema pobreza só neste ano, não deve ser motivo para os países "fazerem menos".

"A incerteza econômica não deveria ser uma desculpa para se fazer menos. É uma razão para se fazer mais. É a forma de se construir mercados, trabalho e oportunidades em todas as partes".

Fonte:R7