Mundo

27/04/2010 às 10h37

Deputados trocam agressões durante votação no Parlamento

Redação Portal A8

O Parlamento da Ucrânia aprovou nesta terça-feira (27) o polêmico acordo que autoriza a permanência de uma base russa na Crimeia, região do Mar Negro,

Deputados brigam no parlamento (Foto: AP Photo)
em sessão marcada por incidentes violentos no plenário e por protestos do lado de fora.

Com 236 votos favoráveis de um total de 450 representantes, os deputados aprovaram a permanência da base russa até 2042. O acordo - assinado no último dia 21 pelos presidentes da Ucrânia, Viktor Yanukovich, e da Rússia, Dmitri Medvedev - também foi aprovado por unanimidade no Parlamento russo.

Agressões (Foto: AP Photo)

A sessão na Ucrânia foi marcada por incidentes violentos. O presidente da Câmara, Volodimir Litvin, foi atacado com ovos e tentou se proteger sob um guarda-chuva.

Imediatamente após o anúncio da aprovação, deputados do Partido das Regiões, governista, e do opositor Bloco, da ex-primeira-ministra Yulia Timoshenko, iniciaram uma briga.

Pelo menos três bombas de fumaça foram lançadas em direção à mesa da Presidência e da tribuna reservada para os membros do gabinete de ministros.

Além disso, duas bombas de fumaça obrigaram vários deputados a abandonar a sala, já que a abertura das portas não ajudou a ventilar o recinto.

Nos arredores do Parlamento, milhares de opositores pró-ocidentais gritaram "Morte aos traidores" e "A Crimeia é nossa, fora a frota de Moscou".

 

Fonte: R7