Mundo

26/01/2010 às 09h18

41% dos adolescentes veem TV longe do televisor

Redação Portal A8

O sucesso de celulares, iPods e sites de compartilhamento de vídeos entre crianças e adolescentes impulsiona uma mudança no modo como esse público vê TV: eles consomem mais conteúdo produzido para a televisão, mas ficam menos tempo diante do televisor. A informação é da coluna Outro Canal.

Os dados obtidos pela coluna são de pesquisa feita pela Kaiser Family Foundation em colaboração com a Universidade Stanford, com 2.000 americanos entre 8 e 18 anos. Segundo o estudo, 59% deles assistem aos programas de TV do jeito "clássico", ou seja, no televisor no horário em que são transmitidos, e 41% usam também outros aparelhos para ver o conteúdo televisivo.

Apesar de o conteúdo de televisão ser o mais consumido dentre as opções de entretenimento, pela primeira vez na década o tempo diante do televisor caiu: são 25 minutos a menos em dez anos.

Os dados podem adiantar uma tendência de mudanças também no Brasil. "A infância é a faixa que mais consome internet no Brasil, mas é preciso ter em mente que há uma relação direta com o custo dos serviços", disse Fábio Senne, coordenador de relações acadêmicas da Andi (Agência de Notícias dos Direitos da Infância), à Outro Canal.

 

Fonte: Folha On line