Mundo

11/09/2009 às 09h35

Berlusconi se diz o melhor premiê da Itália em 150 anos

Premiê assegura que nunca pagou por serviços sexuais e que escândalos não o levarão a renúncia

Redação Portal A8

O primeiro-ministro da Itália, Silvio Berlusconi, se mostrou convencido nesta quinta-feira, 10, que é "o melhor premiê que já existiu na Itália em 150 anos de história".

Em entrevista concedida junto ao presidente da Espanha, José Luiz Rodríguez Zapatero, o premiê respondeu de forma irônica quando foi questionado se já havia pensado em renunciar ao cargo por conta dos escândalos sexuais nos quais está envolvido.

Berlusconi disse que não só não vai deixar o cargo como bateu um recorde à frente do Conselho de Ministros ao chegar a 2.500 de governo, superando Alcide De Gásperi, que governou a Itália por 2.497 dias. "Creio que, de longe, fui o melhor presidente do Conselho da história. Os italianos sabem disse muito bem e, por isso, me atribuem 68,4% de confiança", afirmou.

"Nunca paguei por sexo"

Pressionado pela imprensa e pelas lideranças italianas, Berlusconi assegurou que os escândalos sexuais não serão motivo para sua renúncia. O premiê deu ainda sua mais completa versão sobre o escândalo, afirmando que foi uma "vítima" de alguém que tentava criar um "escândalo".

A prostituta Patrizia D`Addario afirma que gravou imagens de Berlusconi durante uma noite que, segundo ela, os dois passaram juntos na casa do primeiro-ministro. Berlusconi disse que considera processá-la, embora ainda não tenha se manifestado oficialmente sobre o assunto.

O primeiro-ministro afirma que nunca pagou para dormir com uma mulher e não sabia de nada no esquema. "Nunca paguei um euro por serviços sexuais", afirmou. Berlusconi se disse uma pessoa que "ama conquistar" e, por isso, se perguntou "qual é a satisfação, se você paga por isso".

Um empresário amigo de Berlusconi, Gianpaolo Tarantini, confirmou, em depoimento a promotores, que enviava prostitutas para festas onde Berlusconi estava.

Fonte: Efe