Mundo

23/03/2009 às 10h06

Presidente do Sudão faz 1ª viagem após ordem de prisão

Bashir está na Eritreia, mas não diz se participará de cúpula em Doha; ONU pede que países detenham acusado

Redação Portal A8

 

Omar al-Bashir (Efe)

O presidente sudanês, Omar al-Bashir, chegou nesta segunda-feira, 23, à capital da Eritreia, Asmará, em sua primeira viagem ao exterior desde que o Tribunal Penal Internacional (TPI) ditou uma ordem de captura contra ele por crimes de guerra e contra a humanidade pelo conflito em Darfur.

O canal de televisão Al Jazira mostrou imagens ao vivo do líder sudanês ao chegar ao aeroporto de Asmará, onde foi recebido por uma comitiva oficial. Em Cartum, uma fonte da Presidência sudanesa confirmou que Bashir chegou à Eritreia e disse que sua viagem ocorre em resposta a um convite oficial do presidente do país, Issayas Afewerki. A fonte disse que Bashir tem direito de visitar qualquer país para servir aos interesses do Sudão.

Em 4 de março, o TPI emitiu uma ordem de detenção contra Bashir por supostos crimes de guerra e contra a humanidade cometidos durante o conflito de Darfur, no oeste do Sudão, no qual morreram cerca de 300 mil pessoas, segundo cálculos da ONU. Após ditar a ordem de detenção, este tribunal de Haia solicitou aos países-membros da ONU que colaborem na detenção de Bashir.

A viagem do líder sudanês ocorre um dia depois de a Organização de Ulemás do Sudão emitir uma fatwa na qual recomendava ao presidente não viajar a Doha, para participar da cúpula árabe de 30 e 31 de março, a fim de evitar a detenção. Neste sentido, o responsável presidencial disse que o governo sudanês ainda não se pronunciou sobre a viagem do presidente ao Catar para participar da reunião da Liga Árabe.

 

Fonte: Efe