Mundo

27/02/2009 às 09h53

Argentina convoca embaixador dos EUA por declaração da CIA

Diretor da agência de inteligência americana disse que país pode sofrer instabilidades diante da crise global

Redação Portal A8

O chanceler argentino Jorge Taiana anunciou nesta quinta-feira, 26, que convocou a pedido da presidente Cristina Fernández o embaixador dos Estados Unidos para conversas por causa de uma declaração polêmica do diretor da CIA (agência de inteligência americana) sobre a situação econômica de seu país. "Estamos convocando o embaixador (Earl Anthony) e exigiremos explicações convincentes", disse Taiana em entrevista coletiva.

Na quarta-feira, Leon Panetta afirmou que Argentina, Equador e Venezuela enfrentam uma grave situação econômica, e que poderiam sofrer instabilidades diante da crise global. O chanceler disse que as considerações do chefe da CIA foram "lamentáveis". Para ele, as afirmações constituem "uma inaceitável ingerência nos assuntos internos do país, muito mais provindo de uma agência que tem um triste histórico de interferência nos assuntos internos de países da região" latino-americana.

Além disso, ressaltou o ministro, "são irresponsáveis, infundadas e não mostram nem a seriedade nem o respeito nem a maturidade que devem existir entre dois países". O chefe da diplomacia argentina destacou que "a crise é mundial", mas que "certamente a Argentina está entre os países mais bem preparados para enfrentá-la."

Fonte: Estadão