Mundo

26/02/2009 às 09h24

Amotinados podem ter matado 50 oficiais em Bangladesh, diz ministro

Redação Portal A8

Cerca de 50 oficiais podem ter sido mortos por membros da guarda de fronteira de Bangladesh que se amotinaram nesta quarta-feira em Daca, capital do país, revelou na madrugada desta quinta o vice-ministro da Justiça, Kamrul Islam.

O vice-ministro entrou no interior do quartel dos amotinados após os rebeldes entregarem as armas.

"Conversamos com os soldados rebeldes e eles revelaram que cerca de 50 oficiais foram mortos", disse Kamrul Islam, destacando que não pode confirmar a informação porque não viu os corpos.

"Os soldados me disseram que as vítimas estão em um hospital no interior do complexo militar", disse.

A rebelião ocorreu no quartel dos Bangladesh Rifles (BDR), uma força encarregada da segurança da fronteira, onde os amotinados fizeram cerca de 100 reféns, incluindo o general Shakil Ahmed, comandante da unidade.

Segundo fontes militares, a revolta ocorreu durante uma reunião de oficiais da unidade, após a decisão do comando de rejeitar um pedido de aumento de soldo para os soldados.

Os rebeldes começaram a depor as armas na madrugada desta quinta-feira, após a intervenção direta do ministro do Interior, Sahara Khatun, que levou uma promessa de anistia do premiê Sheikh Hasina.

O governo de Daca negou qualquer relação do movimento com uma tentativa de golpe de Estado, em um país que passou por vários golpes desde sua independência do Paquistão, em 1971.

Fonte: France Presse