Esportes

07/08/2017 às 09h41

Confiança empata com o Remo pela série C

Redação Portal A8

Um jogo cheio de emoções, com direito a pênalti perdido e empate na raça. O Remo aproveitou os erros da defesa do time proletário e saiu na frente no placar. Já o Confiança cresceu no fim do segundo tempo e correu atrás do prejuízo. O jejum de vitórias do Dragão continua e agora acumula onze jogos sem vencer.

A chuva no início do primeiro tempo atrapalhou um pouco o jogo. O time proletário até tentou abrir o placar com Tito, aos 22 minutos, quando ele recebeu a bola na área e tentou cabeçada, mas o goleiro do Remo afastou o perigo. Dois minutos depois, Gerson colocou a bola na área, defesa do Confiança errou o corte de bola e Luiz Eduardo aproveitou a oportunidade para abrir o placar.

Aos 32 minutos, Tito arriscou de fora da área e o goleiro Vinicius defendeu. Em cobrança de falta, aos 36 minutos, Álvaro mandou a bola por cima do gol. O resto do primeiro tempo foi desanimado e sem lances de perigo. Com poucos segundos do início do segundo tempo, Eduardo Ramos tocou a bola para Pimentinha pelas costas de Madona, atacante do Remo avançou livre e chutou entre as penas do goleiro Genivaldo, ampliando o placar.

Tito arriscou novamente de fora da área, aos três minutos, e o goleiro do Leão afastou com a ponta dos dedos. Em cobrança de escanteio, aos 13 minutos, Tito foi agarrado e derrubado por França e árbitro marcou pênalti para o time proletário. O artilheiro do Confiança cobrou mal e o goleiro Vinicius defendeu. Aos 17 minutos, Frontini recebeu a bola e mandou, de fora da área, uma bomba no travessão. O Remo quase fez o terceiro, aos 25 minutos, em cabeçada de Leandro Silva, mas goleiro Genivaldo defendeu.

O Confiança diminuiu o placar aos 36 minutos com Tito, que bateu forte após receber o passe na entrada da área e a bola passou embaixo do goleiro. Dois minutos depois, aconteceu o empate. Frontini tocou para Rafael Vila, que chutou forte de dentro da área e deixou o goleiro sem reação. Aos 45 minutos, Luiz Eduardo chutou após cobrança de tiro livre indireto, a bola bateu em todo mundo e sobrou o André Beleza que afastou o perigo. Nos acréscimos, a bola sobrou com o João Paulo e Genivaldo fez defesaça. Fim de jogo: 2 a 2.

O Dragão continua na penúltima colocação do grupo A com 13 pontos. Com cinco jogos pela frente, o time proletário precisa vencer para sair do Z-2. O próximo desafio é no sábado, 12, às 17h contra o Sampaio Côrrea (MA) no Estádio Castelão.