Esportes

02/05/2013 às 17h18

Diretoria do Confiança repudia ação de Policiais Militares durante jogo

Redação Portal A8

Agressões na arquibancada (Fonte: reprodução internet)
Torcedores do Confiança relataram à diretoria do clube que foram agredidos por policiais militares e da Choque, durante o clássico de ontem que teve a vitória do Sergipe por 1x0 no Batistão.

A diretoria classificou a ação dos policiais como "atos de total desespero", em nota de repúdio enviada à polícia militar.

Quem estava no estádio, diz que os policiais subiram as arquibancadas para conter uma confusão entre integrantes da TEC (Torcida Esquadrão Colorado) e Trovão Azul. Mesmo com o tumulto sob controle, pessoas que não fazem parte de torcidas organizadas acabaram sendo agredidas.

Um torcedor do Confiança registrou o momento que flagra os policiais em ação, disparando inclusive, tiros de bala de borracha. O vídeo foi publicado na internet. Assista aqui.

Segue a nota da Associação Desportiva Confiança:

"Diretoria do Confiança lança nota de repúdio

Sobre a atuação da PM de Sergipe contra torcedores proletários

Na tarde desta quarta-feira, feriado de 1º de Maio, milhares de torcedores do Confiança e do Sergipe compareceram ao Estádio Lourival Baptista, para acompanhar o maior clássico do futebol do estado. A festa do esporte foi ainda maior, com a troca de alimentos por ingressos realizados pelas duas torcidas.

Lamentavelmente esta festa não foi completa, pois no final da partida, em uma ação abusiva e truculenta, alguns membros da Polícia Militar do Estado de Sergipe agrediram torcedores do Confiança sem qualquer tipo de relação com brigas e sem verificar quem estava sendo espancado. Os relatos feitos a esta diretoria, via redes sociais ou pessoalmente, mostram atos de total destempero por parte de quem deveria garantir a segurança de todos.

Diversos proletários, acompanhados de amigos e familiares, contam que foram agredidos por membros do Pelotão da Companhia de Choque, sem ao menos distinguir quem estava certo ou não. Por outro lado, foi permitida a entrada em campo de torcedores do time rival que, sem motivos, provocou os torcedores azulinos. Enquanto aconteciam as agressões contra pessoas inocentes, delinquentes atuavam nos arredores do Estádio Lourival Baptista furtando e roubando torcedores.

Por conta disto, a Diretoria da Associação Desportiva Confiança repudia as agressões realizadas por policiais da Companhia de Choque. A honrosa Polícia Militar do Estado de Sergipe, a mais bem paga do país, graças aos impostos do cidadão de bem, precisa reaver os princípios, para que atos como este jamais voltem a acontecer nos nossos estádios de futebol."