Esportes

31/01/2010 às 09h46

Dirigentes do Sergipe chamam Ramon Barbosa de traidor

Redação Portal A8

Conselheiros do Sergipe estão indignados com a atitude do vice-presidente Ramon Barbosa, que até ontem era oposição ao atual presidente Motinha e participava das reuniões com os conselheiros Carlos Alberto da Unimed, Carlinhos Hora, Beto Hora, Paulinho Vasconcelos, entre outros, cobrando de Motinha a prestação de contas e uma administração descentralizada.
Ontem, esse mesmo grupo que o Ramon Barbosa participava e até assinou documento pedindo a saída de Motinha foi surpreendido com a informação de que Ramon Barbosa voltou atrás para apoiar o atual presidente, o que trouxe revolta dos conselheiros e da torcida rubra.
O conselheiro Paulo Vasconcelos chamou Ramon Barbosa de traidor e que não tem compromisso com o clube e não tampouco com os torcedores rubros. "de uma hora pra outra, Ramon Barbosa mudou de lado. Aliás, ele já mudou de lado várias vezes", disse ele, ressaltando que esse grupo estará unido com ou sem Ramon Barbosa, mas lamenta a atitude do vice-presidente e essa atitude está sendo repudiada por todos conselheiros.
Um dos conselheiros, que não quis se identificar, afirmou que a essa altura Ramon Barbosa está passando todas as informações que foram discutidas pelo grupo ao presidente Antonio Soares da Mota e não dúvida que Ramon se infiltrou no grupo para passar informações ao atual presidente.
O conselheiro Beto Hora também lamentou o episodio e ressaltou que Ramon Barbosa traiu o grupo até porque ele seria o candidato a presidente do Sergipe, com o apoio dos conselheiros que fazem oposição ao Motinha.