Esportes

18/09/2009 às 10h51

Série D pode ser paralisada pelo time do Sergipe

"Mais Querido" entra com mandado de garantia no STJD por entender que vaga é sua

Redação Portal A8

Parece que a Série D do Campeonato Brasileiro vai mesmo pegar fogo. Tudo isso porque na tarde desta quinta-feira, dia 17 de setembro, os advogados do Sergipe, Genisson Silva, Álvaro Fraga e Emanoel Cacho, entraram com um mandado de garantia no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) para paralisar a competição nacional após a equipe ser eliminada, segundo a defesa, injustamente, já que entende que na verdade o time sergipano é quem deveria estar na próxima fase, e não o Tupi/MG.

O problema para os sergipanos surgiu quando eles foram desclassificados da terceira fase da Série D, após vencer o Alecrim por 3 a 1 na primeira partida e perder por 3 a 0 na segunda. Como acabou com pior saldo de gols na soma dos dois confrontos, o Sergipe terminou em segundo lugar. Após os jogos, a torcida do Sergipe chegou a comemorar a vaga, já que, além dos vencedores de cada um dos cinco duelos, outras três equipes somaram três pontos, entre elas o clube sergipano. Foi aí que, na divulgação da tabela da fase seguinte, viu-se que o Tupi/MG, que teve apenas dois pontos na terceira fase, estava entre os classificados, e não o Sergipe.

Segundo o descrito no regulamento da referida divisão nacional, se classificam para a quarta fase somente os vencedores do mata-mata e mais três times que apresentaram os melhores índices técnicos, ou seja, mais pontos ganhos. De acordo com isso, a defesa sergipana esclareceu que só quer que "seja feita a justiça" e por isso pediu que a competição seja paralisada até que o caso seja analisado. Os advogados pediram também que seja feita uma nova tabela pela CBF, desta vez incluindo o Sergipe.

"Viemos pleitear justiça. O Sergipe entende que o clube teve seus direitos prejudicados, depois que esses foram alcançados dentro de campo. Nós fomos o segundo colocado na terceira fase, mas com três pontos, enquanto o Tupi/MG teve dois pontos. O Tupi está ocupando essa nossa vaga, não só ele como Araguaia/MT. De acordo com o regulamento das competições do Brasil, uma vitória vale mais que dois empates. O Sergipe é o segundo melhor segundo classificado na terceira fase, quando passam os três melhores segundos", disse Genisson Silva ao site Justicadesportiva.com.br.

O vice-presidente do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), Vírgilio Val, em exercício na presidência atualmente, já encaminhou um pedido à CBF para que a entidade se manifeste sobre o assunto até esta sexta-feira, dia 18, às 13h. Depois desta resposta, caso Virgílio Val entenda que há uma questão a ser analisada, o campeonato deverá ser paralisado e o mandado de garantia será julgado na próxima reunião do Pleno, provavelmente na próxima quinta-feira, dia 24, onde seria então decidido o que será feito para que a Série D tenha seqüência.

"Para surpresa de todo o povo sergipano, a torcida foi surpreendida com a publicação da tabela e a exclusão do Sergipe. O artigo 18 do regulamento é claro ao dizer que ele só pode ser aplicado havendo o empate em pontos ganhos, e isso existiu entre Cristal/AP, Sergipe e Araguaia/MT, sendo que o Sergipe foi o segundo entre esses três. Viemos buscar o direito que o Sergipe tem e que não esta sendo concedido pelo departamento de competições da CBF", encerrou o advogado do clube nordestino.

Confira a tabela divulgada pela CBF:

Domingo, dia 20 de setembro, às 17h:

- Uberaba/MG x Alecrim/RN

- Tupi/MG x Macaé/RJ

- Araguaia/MT x Chapecoense/SC

- Cristal/AP x São Raimundo/PA

Domingo, dia 27 de setembro, às 17h:

- Chapecoense/SC x Araguaia/MT

- Macaé/RJ x Tupi/MG

- São Raimundo/PA x Cristal/AP

- Alecrim/RN x Uberaba/MG

Fonte: Justiça Desportiva