Agenda

13/11/2018 às 19h04

Festival de Artes de São Cristóvão começa nesta quinta-feira com atrações sergipanas

Prefeitura de São Cristóvão

A programação da 35ª edição do Festival de Artes de São Cristóvão (FASC) começará na quinta-feira (15) com cortejos, exposições, atrações culturais e é claro muitos shows. Seguindo a tradição de abrir as portas para novos artistas, a produção do festival (em parceria com a Red Bull), promoverá as apresentações que embalaram o Red Bull Music Breaktime Sessions. Nomes como: Tori, Tody’s Trouble Band, Taco de Golfe e Letícia Paz estarão encarregados de desejar as boas-vindas ao público do maior festival cultural de Sergipe - todos se apresentando no Palco Frei Santa Cecília (Praça do Carmo), a partir das 18h. Seguindo esta mesma pegada, em parceria com a Aliança Francesa, o FASC trará os finalistas da etapa nordeste do Festival da Canção Francesa para apresentações mais que especiais. Sendo assim, neste primeiro dia de evento, o público vai conferir no Palco Beco do Amor (no Largo do Amparo), os shows de: Amora Valente (grande vencedora da etapa nordeste), Ana Galganni e Everton Mesquita (todos acompanhados da banda Quarteto Dissonante), a partir das 17h30. 

“O FASC já começa na quinta-feira, dia 15, abrindo as portas para os artistas sergipanos, com uma programação diversificada e cumprindo uma de suas missões que é ser vitrine para artistas novos, ou atrações que estão começando a despontar no cenário sergipano e brasileiro. Tradicionalmente o festival tem a chancela de formar públicos, por isto a nossa produção buscou parceiros para fortalecer essa ideia. Assim temos a Red Bull e a Aliança Francesa de Aracaju juntos com o FASC para que o primeiro dia seja um abre-alas especial, diversificado e festivo”, explica a secretária de governo e relações comunitárias, Paola Santana. 

Embaixadora da Red Bull em Sergipe, Victoria Aragão Paes destacou a parceria com o FASC. “Nem sempre temos a chance de participar de festivais como este no estado, achamos a proposta do festival muito interessante, pois dialoga com o nosso Red Bull Music Breaktime Sessions, onde levamos artistas universitários para cantar em grandes palcos do Brasil. Com um palco composto por cinco atrações sergipanas, escolhidas a partir do casting de artistas universitários, eles terão uma grande oportunidade de se apresentar no maior festival de artes do estado”. 

Para esses novos artistas, o FASC se consagrará como o local ideal para um início de carreira. “Será muito bacana poder participar do 35° FASC, um evento importante para o estado de Sergipe, e que desde o ano passado retomou suas atividades de maneira incrível. Participar desta edição é motivo de muita felicidade para todos nós. São Cristóvão tem tudo para entrar no circuito dos grandes festivais nacionais”, enfatiza Filipe Williams, baixista do Trio de música instrumental Taco de Golfe, também formado por Gabriel Galvão (guitarras) e Alexandre Mesquita (Bateria). 

A cantora Tori destaca o momento político do país e a importância do festival para a cultura sergipana. “Estamos passando por tempos bastante sombrios e, mais do que nunca, a arte é necessária, como resistência! Que esse seja um FASC da resistência”, enaltece a vocalista.  

Voiture Française 

“A Aliança Francesa de Aracaju sente-se honrada em participar do Festival de Artes de São Cristóvão, não só por acreditar nos ideais de trabalho do prefeito Marcos Santana, mas por poder compartilhar com o público do FASC e de São Cristóvão a beleza da música francesa”, destaca o diretor da Aliança Francesa Aracaju, Carlos Hermínio de Aguiar Oliveira. 

A primeira colocada na etapa nordeste, Amora Valente, falou sobre a expectativa para a participação no 35°FASC. “É o maior festival de artes do estado e é uma honra poder participar pela primeira vez. As pessoas estão muito empolgadas e com muitas expectativas para o FASC. Realizar a abertura juntamente com os demais artistas do Festival da Aliança Francesa é motivo de muita emoção”. 

Para Everton Mesquita, terceiro colocado no Festival de Canção Francesa, esta será a oportunidade de retornar ao FASC, após a apresentação com sua banda na edição passada. “Ano passado tive a oportunidade de participar da edição de retomada do FASC com a minha banda (Mestre Madruguinha), tocar numa cidade histórica e diante de um patrimônio tombado foi incrível. Agora no dia 15 de novembro terei a chance de voltar para o mesmo cenário e desta vez com a canção francesa. Estou contando os dias para que o FASC comece”, pontua. 

Abertura oficial

Na sexta-feira (16), a partir das 19h30 acontecerá no Palco João Bebe-Água a abertura oficial do FASC, com as participações das autoridades políticas do estado, convidados e quatro homenageados que receberão a comenda de mérito cultural. 

“Essa homenagem sempre resgata os nomes mais significativos de nossa cultura. Por isto, a cada ano nós ressaltamos e trazemos para o palco principal aquelas pessoas, ou seus representantes, que de alguma forma colaboraram para que o FASC existisse, desde a fundação na década de 70. Este ano vamos homenagear o artista Erundino Prado e os três ex-prefeitos: Romualdo Prado, Zezinho da Evereste e Paulo Correia, sendo que estes dois últimos serão representados por seus familiares. Certamente será um momento muito especial para todos nós e para o público do FASC”, finaliza o prefeito Marcos Santana.

 


Fonte: Prefeitura de São Cristóvão