Brasil

02/11/2010 às 07h26

Reajuste do salário mínimo não deverá ser alterado

Redação Portal A8

O líder do governo na Câmara dos Deputados, Cândido Vaccarezza, afirmou nesta segunda-feira (1º) que o reajuste do salário mínimo previsto para o Orçamento de 2011 não será alterado devido à pressão da oposição. A discussão se dá devido à promessa do candidato José Serra (PSDB) de levar o mínimo a R$ 600 já no próximo ano.

Vaccarezza afirmou que será mantida a proposta de R$ 538,15, enviada ao Congresso Nacional pelo ministro do Planejamento, Paulo Bernardo. O valor atual do salário mínimo é de R$ 510.

"Se tiver margem de negociação para antecipar ganhos que seriam colocados no ano que vem e não agora, eu tenho certeza que o governo terá sensibilidade para fazer isso. Mas até o momento, nossa proposta é a que chegou aqui na Câmara".

O deputado explicou que há um acordo entre o governo e as centrais sindicais que vai pautar o reajuste do mínimo até 2023. Atualmente, leva-se em consideração a variação da inflação mais o crescimento do PIB nos dois anos anteriores.

"Talvez o patamar de R$ 600 seja utilizado no Estado de São Paulo [...]. Eu não acho uma boa troca o método que nós já acordamos com as centrais por um valor fixo, se não cada ano vai ser uma disputa em que nem sempre os trabalhadores podem ganhar".

Fonte:R7