Brasil

06/05/2010 às 09h07

BC alerta para risco de avanço da inflação e adota ação “incisiva” sobre juros

Redação Portal A8

O risco de uma eventual disparada de preços no país neste ano fez com que o Banco Central agisse de forma "incisiva" e elevasse a taxa básica de juros - a Selic - para 9,5%, uma elevação de 0,75 p.p. (ponto percentual) - a primeira em um ano e sete meses. Os dados constam da ata da reunião do Copom (Comitê de Política Monetária) realizada no último dia 28, e divulgada nesta quinta-feira (6).

Segundo o documento, "aumentaram os riscos à concretização de um cenário inflacionário benigno". Ou seja, a inflação poderia ficar acima do centro da meta estabelecida pelo BC, de 4,5% no ano, com variação de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

O IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo), medido pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) e usado como referência para o cumprimento das metas do governo, acumula, só nos primeiros três meses deste ano, inflação de 2,06% - bem acima do 1,23% de igual período de 2009. Em todo o ano passado, o IPCA ficou em 4,31%, abaixo do centro da meta do governo - que também era de 4,5%.

 

Fonte: R7