Brasil

13/01/2010 às 08h28

Militares brasileiros desaparecem no Haiti

Redação Portal A8

O Ministério da Defesa informou nesta quarta-feira (13) que uma instalação de três andares utilizada por militares brasileiros, que leva o nome de Ponto Forte 22, desabou completamente e que há desaparecidos.

O desabamento é decorrência do terremoto que atingiu nesta terça-feira (12) o Haiti, que atingiu sete graus na escala Richter e, segundo o Centro Geológico dos Estados Unidos, foi o mais forte em 200 anos registrado pelo país que divide a ilha de Hispaniola com a República Dominicana.

A nota do Ministério da Defesa também informa que os militares brasileiros passaram a madrugada na operação de resgate dos colegas possivelmente soterrados no país, assim como em operações de auxílio à população local e às autoridades haitianas.

O aeroporto da capital haitiana, Porto Príncipe, ficou fechado durante a noite, informou a nota. A reabertura depende de uma vistoria que será realizada pelas autoridades na manhã de hoje para verificar as condições para pouso e decolagem.

O Brasil está há cinco anos na missão de paz da Organização das Nações Unidas que trabalha no Haiti, iniciada depois dos conflitos que se seguiram após a deposição do presidente Jean-Bertrand Aristide. Há um total de 9.065 pessoas, entre militares, policiais, civis, locais e voluntários, operando no país, sendo que, deste número, os militares são mais de 7.000.

 

Fonte: R7