Brasil

05/09/2009 às 15h13

José Serra já tem equipe para tocar eleição presidencial

Redação Portal A8

Embora relute em admitir sua candidatura à Presidência, o governador de São Paulo, José Serra, já escalou seus colaboradores --muitos deles pinçados da própria estrutura do Estado-- para organização da pré-campanha presidencial.

Fiéis aliados de Serra, o vice-governador Alberto Goldman e o chefe da Casa Civil, Aloysio Nunes Ferreira, exercem diferentes tarefas. Enquanto Goldman é preparado para assumir a cadeira de governador, caso Serra se afaste para concorrer à Presidência, Nunes Ferreira se dedica à negociação com partidos, especialmente no Estado.

Diretor-executivo da Fundap (Fundação do Desenvolvimento Administrativo), o economista Geraldo Biasoto Júnior é recrutado para a radiografia de Estados visitados pelo governador, desenho da conjuntura econômica e como colaborador na elaboração de discursos.

Fora dos limites de São Paulo, a articulação política fica a cargo do deputado federal Jutahy Magalhães Jr. (BA) e do presidente nacional do PSDB, o senador Sérgio Guerra (PE).

Já o ex-deputado federal Márcio Fortes (RJ) deixou o Rio de Janeiro e o comitê financeiro do PSDB para ocupar a presidência da Emplasa (Empresa Paulista de Planejamento Metropolitano). Ex-tesoureiro do PSDB, Fortes não esconde que lhe agrada a ideia de estar mais próximo de Serra num momento pré-eleitoral.

Sobre a área econômica, Serra gosta de conversar com o secretário de Cultura e ex-ministro João Sayad. Além dele, tem como conselheiros o atual presidente da Sabesp, Gesner Oliveira e Biasotto. No governo, conta ainda com os secretários Francisco Vidal Luna (Planejamento) e Mauro Ricardo Costa (Fazenda).

Fonte: Folha Online