Blog / Adiberto Souza

Adiberto Souza

Adiberto de Souza tem mais de 35 anos de experiência profissional e atuou nas redações de todos os jornais de Aracaju, além de TVs e rádios sergipanos. Foi também correspondente do Jornal do Brasil em Sergipe e do jornal A Tarde (BA). Durante mais de 10 anos, foi editor de política do Jornal da Cidade, em Aracaju. Atualmente é editor e atua como assessor de comunicação.

« página inicial do blog
06/07/2017 às 16h09

Sergipe refém do medo

Sergipe refém do medo

A violência segue assustando os sergipanos. Até o governador Jackson Barreto (PMDB) pediu enérgicas providências contra o duplo assassinato ocorrido no interior do Hospital de Itabaiana. As páginas policiais dos jornais e os programas radiofônicos atestam que o crescimento de todas as formas de violência é avassalador. Enquanto o governo tem dado mostras de inércia no combate aos marginais, Sergipe se destaca negativamente quanto aos impressionantes índices de criminalidade. Até quando seremos obrigados a conviver com essa situação de horror e medo? O poder público precisa agir rapidamente para pôr um fim a este sinistro quadro que assola a população e envergonha a todos nós, pois essa incapacidade expõe a fragilidade da nossa política de segurança pública.

 

Cegueira jurídica

Mesmo reconhecendo que seu regimento interno esta caduco, a Câmara de Aracaju pretende recorrer contra a decisão judicial obrigando a abertura da CPI do Lixo. Ao seguir fielmente o velho regimento, que só admite CPI aprovadas pela maioria do parlamento, a Câmara se acha acima das Constituições Federal e Estadual. Ambas estabelecem que o pedido de abertura de uma CPI precisa ser referendando por apenas um terço do Legislativo.

 

Ouro de tolo

Nas visitas feitas ontem a vários ministros, o governador Jackson Barreto (PMDB) deixou claro que quem vive de promessa é santo. Segundo ele, os recursos autorizados com estardalhaço para Sergipe nem sempre são liberados. “O tratamento que o estado recebe do governo federal está muito aquém daquilo que merecemos”, reclamou JB no encontro com o senador Romero Jucá, presidente nacional do PMDB.

 

Derrota governista

A exploração não convencional de óleo e gás sofreu um novo revés na Justiça. Enquanto o governo federal estuda o lançamento de um projeto piloto a partir de 2018, para avaliar o potencial na área, a Justiça decidiu anular a assinatura do contrato de concessão. Uma ação pública ajuizada pelo Ministério Público Federal também tenta impedir a exploração não convencional, a partir do uso da técnica de fraturamento hidráulico, na bacia de Sergipe-Alagoas. Esta informação é do jornal Valor Econômico.

 

Troca de cadeira

Com as férias de Jackson Barreto, a partir de amanhã, o vice Belivaldo Chagas (PMDB) assume a chefia do Executivo por 15 dias. Afinado com o aliado, JB viaja tranqüilo quanto à boa condução do estado, enquanto Chagas substitui o titular ciente de suas responsabilidades. Portanto, teremos apenas uma mera troca de cadeiras. Melhor assim!

 

Alça de mira

Alguém sabe a quantas anda as investigações feitas pela Polícia Federal no telefone celular e no computador do secretário estadual da Saúde, Almeida Lima (PMDB)? Em abril último, equipes da PF e do Ministério Público Federal realizaram busca e apreensão na casa de Almeidinha e levaram o “Graham Bell” e o  Notebook. A ação fez parte da Operação Satélite, que investiga crimes contra a administração pública, lavagem de dinheiro, corrupção e organização criminosa. Crendeuspai!

 

Vai à reeleição

Indiretamente, o senador Antônio Carlos Valadares (PSB) confessou que seu foco não é disputar o governo de Sergipe, mas a reeleição. Isto ficou claro na postagem feita por ele nas redes sociais visando fustigar o governador Jackson Barreto: “Ao dar sinais de que sonha em ser senador, JB traduz o porquê daquela declaração raivosa de que eu deveria me aposentar. Quer ganhar por WO”. Ou seja, para impedir a “vitória fácil” do adversário, Vavá deve mesmo concorrer ao senado pela terceira vez. Então, tá!

 

Partidos a granel

Tramitam na Justiça Eleitoral dois requerimentos pedindo registro de partidos políticos: o do Muda Brasil (MB) e do Igualdade (IDE).  No Brasil, já existem 35 legendas aptas a participar das eleições de 2018, receber verbas do Fundo Partidário e ter acesso gratuito ao rádio e à televisão. O país caminha para ter mais partidos políticos do que igrejas evangélicas. Misericórdia!

 

Gol de placa

A empresa aérea Gol confirmou para novembro o primeiro voo de Aracaju para a Argentina, que acontecerá sempre aos sábados. Com capacidade para 174 passageiros, a aeronave fará escala em Salvador e o tempo médio de viagem será de quatro horas e meia. A expectativa do governo sergipano é atrair turistas argentinos. Para tanto, deve realizar ações promocionais em Buenos Aires visando divulgar as belezas de Sergipe.

 

Só depende dele

A filiação do governador Jackson Barreto (PMDB) ao Podemos depende exclusivamente dele. Foi o que garantiu ao portal Política Real o senador Álvaro Dias (Podemos): “Filiação partidária é opção pessoal. Eu jamais pressionaria quem quer que seja, especialmente um governador de Estado”, afirmou o senador paranaense. JB já revelou que, até setembro, não tomará qualquer decisão sobre se fica ou sai do PMDB. Aguardemos, portanto!

 

Recorte de jornal

Publicado no jornal Correio de Aracaju, em 31 de janeiro de 1917.

Resumo dos jornais

Postado por Adiberto Souza
Comentários