Sergipe

16/02/2017 às 11h58

Funcionários do Hospital Cirurgia paralisam atividades e cirurgias ficam suspensas

Redação Portal A8

Ortopedistas cooperados que trabalham no Hospital Cirurgia também suspenderam as atividades na manhã desta quinta-feira (16).

Segundo o sindicato dos funcionários do Hospital Cirurgia, com a paralisação dos ortopedistas as cirurgias eletivas foram suspensas e os pacientes que já estavam no centro cirúrgico foram removidos.

Já os funcionários do Hospital realizaram uma paralisação de duas horas no início da manhã. Eles cobram o pagamento do salário de janeiro e a segunda parcela, referente a 50% do décimo terceiro. Se a questão não for resolvida até a sexta-feira (17), os funcionários pretendem iniciar uma nova greve na próxima semana.

Por meio de nota, a direção do Hospital de Cirurgia informou que as cirurgias e o atendimento de urgência e emergência estão sendo efetuados normalmente no dia de hoje, 16.

Informou ainda que as dificuldades enfrentadas por esta instituição, referentes ao cumprimento de suas obrigações financeiras junto a seus funcionários, fornecedores e prestadores de serviços, são consequência dos atrasos nos pagamentos pelos serviços prestados por este Hospital no atendimento a pacientes através do Sistema Único de Saúde, o SUS, pela Prefeitura de Aracaju.

Os valores em atraso compreendem verbas municipais, estaduais e federais que, em seu conjunto, deveriam ter sido pagos a partir do mês de setembro de 2016. O valor total da dívida até a manhã desta quarta-feira, dia 15/2/2017, era de R$ 9.891.818,37 (nove milhões, oitocentos e noventa e um mil, oitocentos e dezoito reais e trinta e sete centavos). A Secretaria Municipal de Saúde de Aracaju realizou um depósito em conta corrente da FBHC no valor de R$ 2.192.835,59 (dois milhões, cento e noventa e dois mil, oitocentos e trinta e cinco reais e cinquenta e nove centavos) após as 18h da quarta-feira. Esse valor, composto por verbas federais, corresponde aos serviços prestados pelo Hospital de Cirurgia no último mês de janeiro. Continuam em aberto, portanto, pagamentos que totalizam R$ 7.698.982,78 (sete milhões, seiscentos e noventa e oito mil, novecentos e oitenta e dois reais e setenta e oito centavos).

Informações de que os Anestesiologistas também haviam parado. Mas em nota, foi negado.  "A Cooperativa dos Anestesistas de Sergipe (Coopanest), informa que nesta quinta-feira, 16, não houve paralisação de seus médicos cooperados que prestam serviço no hospital Cirurgia e que durante todo o dia 7 profissionais permanecem de plantão."