Sergipe

29/12/2016 às 09h31

SINTESE dá 0,9 a Jackson na prova final 2016 e Governador emite nota de repúdio a avaliação

Com informações do SINTESE e Secom

Foto: Ascom SINTESE
A gestão do governador Jackson Barreto na educação pública da rede estadual neste ano de 2016 recebeu nota 0,9 em avaliação do SINTESE. De acordo com o sindicato, que faz essa avaliação anualmente desde 2007, essa é a pior nota apresentada na Prova Final da Gestão da Educação Pública.

“No estado são dois anos de descompromisso, de ausência de política, de dois anos seguidos sem reajuste (além do reajuste de 2012), boa parte das escolas com péssima estrutura física, falta de alimentação e transporte escolar. A nota dada pelos professores e professoras o retrata o que foi e o que representou a ação política de Jackson Barreto em relação aos professores e professores em 2016”, disse a presidenta do SINTESE, professora Ivonete Cruz.

Em resposta a avaliação negativa por parte do SINTESE, o governador do Estado emitiu nota de repúdio onde diz que não reconhece essa avaliação do SINTESE, que atribui nota para a Educação estadual. A nota diz ainda que a avaliação não é embasada em critérios claros, não tem transparência e nem se sabe ao certo se ela é feita de verdade. " Tudo em relação ao processo desta nota é muito obscuro", relata a nota de repúdio do Governo.

Ainda de acordo com a nota,  o governo diz que o único critério que o SINTESE se utiliza para avaliar qualquer gestão pública é relacionada a reajuste salarial, sendo essa a única bandeira deste sindicato, que jamais sentou-se à mesa de forma séria com o governo para discutir ações efetivas para a melhoria da qualidade do ensino.

"Se o SINTESE fosse honesto na sua avaliação, levaria em consideração o trabalho e os investimentos que o Governo do Estado vem realizando na melhoria da infraestrutura da rede escolar, nas reformas e construções de novas escolas, a exemplo da Seixas Dória no Conjunto Jardim em Nossa Senhora do Socorro, entre tantas outras. São mais de R$ 90 milhões que a atual gestão estadual está investindo nessa estruturação", diz documento emitido pelo Governo do Estado.

 


Fonte: Com informações do SINTESE e Secom