Sergipe

26/12/2016 às 10h52

Papai Noel deixa seu trono e vai à periferia distribuir presentes

CDL

Pela primeira vez, o funcionário aposentado Hugo Simões viveu uma experiência inusitada: além de se transformar novamente no símbolo de Natal – ele é o Papai Noel contratado pela CDL este ano – foi mais da conta.

Tomou a iniciativa de não apenas receber as crianças no seu trono, instalado entre os calçadões das ruas Laranjeiras com João Pessoa, mas resolveu entregar presentes na casa delas, fruto de algumas cartinhas que recebeu diariamente.

“Foi uma atitude minha e do meu duende, Kaio Mendonça. Vi na alegria de cada criança a esperança de ganhar um presente, por menos que fosse. Então, voluntariamente fiz este gesto”, comentou. 

O fato que mais chamou a atenção de Papai Noel foi o contato diário com as crianças do povo, nos calçadões. Antes, Hugo Simões havia trabalhado com o mesmo personagem, contratado por um dos shoppings da cidade.

Sensibilizado, ele selecionou algumas cartinhas e foi à periferia de Aracaju distribuir brinquedos, bonecas, bolas e acessórios para crianças. As famílias foram pegas de surpresa, pois o Papai Noel não avisou da sua ação solidária.

“É um gesto grandioso dele, como ser humano, pai e avô. A CDL parabeniza o nosso papai Noel pela ação e desprendimento, em tornar o sonho de muitas crianças possível de se realizar”, revelou o presidente da entidade, Brenno Barreto.

Os presentes do Papai Noel foram levados a 21 famílias de Aracaju, notadamente nos bairros Siqueira Campos, Lamarão, Soledade e outros.

Também foram entregues presentes no local onde ele está diariamente – calçadão do Centro – em razão da dificuldade de localizar algumas famílias em suas residências.


Fonte: CDL